21/04/2024 - Edição 540

Legislativo

Saúde mental de cuidadores de Pessoas com Deficiência uma questão urgente

Geraldo Rezende alerta para o tema em artigo exclusivo

Publicado em 11/01/2024 12:51 - Geraldo Resende

Divulgação

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Em meio a desafios diários e à dedicação incansável, familiares de pessoas com deficiência enfrentam uma realidade que nem sempre é compreendida pela sociedade. Recentemente, chamou a atenção o aumento significativo de lesões autoprovocadas, incluindo casos de suicídio entre esses cuidadores, destacando a urgência de abordar a saúde mental de tais indivíduos.

De acordo com o Atlas da Violência do IPEA 2023, os índices alarmantes revelam uma preocupante correlação entre a sobrecarga enfrentada pelos familiares de pessoas com deficiência e os impactos na sua própria saúde mental. Essa situação torna-se ainda mais evidente diante das tragédias recentes em Águas Claras, no Distrito Federal e Campo Grande, em Mato Grosso do Sul.

Tenho manifestado profundo pesar pelos eventos e por isso solicitei a minha equipe a elaboração de um projeto de lei que visa garantir assistência psicológica e psiquiátrica para cuidadores de pessoas com deficiência e suas famílias. O objetivo é assegurar que essa assistência seja acessível tanto pelo Sistema Único de Saúde (SUS) quanto por planos de saúde privados.

Este projeto de lei, intitulado ‘Cuidar de Quem Cuida’, já está em funcionamento na Associação Juliano Varela, em Campo Grande/MS, onde toda a família recebe assistência psicológica. É necessário cuidar de quem cuida. A proposta do projeto de lei visa não apenas reconhecer, mas também endereçar as necessidades emocionais dos cuidadores, garantindo que eles recebam o suporte necessário para enfrentar os desafios diários associados ao cuidado de pessoas com deficiência.

Diante desse cenário, espera-se que esta iniciativa contribua significativamente para a melhoria da qualidade de vida e bem-estar emocional daqueles que desempenham papel fundamental na vida das pessoas com deficiência. A saúde mental dos cuidadores é uma prioridade que não pode ser ignorada, e é imperativo agir agora para garantir um futuro mais resiliente e saudável para essas famílias.

Geraldo Resende – médico e deputado federal (PSDB/MS)


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *