15/06/2024 - Edição 540

Legislativo

Eduardo Romero propõe tombamento do Horto Florestal

Publicado em 04/04/2014 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O vereador Eduardo Romero (PT do B) protocolou no último dia 3 Projeto de Lei autorizativo que torna o Parque Florestal Antônio de Albuquerque, mais conhecido como Horto Florestal, patrimônio histórico municipal tombado. Também foi encaminhado requerimento com a mesma finalidade para a Fundação Municipal de Cultura (Fundac) e ao Conselho Municipal de Cultura.

A proposta de tombamento, que começa a tramitar na Câmara Municipal, é justificada pelo vereador como uma forma de preservar a área de 2,5 hectares que possui tanto valor arquitetônico, como histórico e cultural para a cidade de Campo Grande, características que o habilitam naturalmente para ser tombado.

Pela proposta, as dependências internas do prédio e seu entorno poderão passar por reformas desde que não danifiquem a fachada e o telhado originais, comprovada a necessidade de manutenção do patrimônio histórico. Também fica vedada demolição ou alteração do Horto Florestal, sem previa autorização, bem como qualquer tipo de descaracterização do Parque.

Eduardo Romero destaca a importância do Horto Florestal para a cidade, bem como sua possibilidade de interação e contemplação dos visitantes, por meio de pista de caminhada, playground e pista de bicicross, por exemplo.

Horto Florestal

O Horto Florestal está localizado na confluência dos córregos Prosa e Segredo – Avenidas Fernando Corrêa da Costa e Ernesto Geisel. Fica bem próximo de onde o fundador José Antônio Pereira e seus familiares construíram os primeiros ranchos que dariam origem à cidade, no ano de 1872.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *