18/06/2024 - Edição 540

Legislativo

Delcídio defende funcionamento integral da Delegacia da Mulher

Publicado em 04/06/2014 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O pré-candidato do PT e partidos aliados ao governo do estado, Delcídio do Amaral, defende a adoção do regime de funcionamento ininterrupto da Delegacia da Mulher, para garantir o atendimento a mulheres vítimas de violência em todos os dias da semana, 24h por dia.

“Essa é uma providência básica, que precisa ser adotada com urgência. Não é possível que uma mulher tenha que esperar horas ou até mesmo dias para receber atendimento especializado dentro da estrutura da segurança pública, porque na maioria das vezes já será tarde demais. A Delegacia da Mulher tem que funcionar 24 h, inclusive nos finais de semana, quando os atos de violência são mais frequentes”, disse o senador durante a plenária realizada na sede da Fetems, em Campo Grande, para definir propostas ao programa de governo que o PT e partidos aliados apresentarão à sociedade durante a campanha eleitoral.

O encontro contou com a participação de aproximadamente 500 mulheres da capital e do interior do estado, representantes de diversos segmentos sociais e do trabalho. Estavam presentes profissionais liberais,  servidoras públicas, trabalhadoras rurais, empresárias, catadoras de lixo, professoras, donas de casa, estudantes universitárias e funcionárias da iniciativa privada.

Propostas

Entre as reivindicações apresentadas no final do encontro foi pedida a adoção de políticas públicas que determinem, entre outras providências, a implantação do regime de 24h de trabalho nas Delegacias da Mulher, a fiscalização nas maternidades para assegurar o cumprimento de normas do Ministério da Saúde na hora do parto, serviços de saúde de qualidade para mulheres portadoras de deficiência, um pronto socorro odontológico de alta complexidade, políticas inclusivas na educação, ampliação da rede de Casas de Apoio às mulheres vítimas de violência,  a criação da Secretaria da Mulher e da Casa Protegida do Autista. 


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *