25/04/2024 - Edição 540

Legislativo

Comissão da ALEMS defende nova proposta junto ao governo pra atender servidores

"Acredito que iremos avançar, pois o ponto positivo é que o governo está aberto para negociação", disse Pedro Kemp

Publicado em 15/03/2024 5:07 - Semana On

Divulgação ALEMS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Comissão da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), formada para intermediar reivindicação dos aposentados e pensionistas, que pedem o fim do desconto de 14% cobrado na folha de pagamento, defende uma nova proposta junto ao Governo do Estado. Amanhã, representantes do Executivo devem apresentar uma nova proposta.

“O governo propôs um auxílio no valor de R$ 300 para os aposentados e pensionistas com até dois salários mínimos. Essa proposta não atendeu a expectativa da comissão. Acredito que iremos avançar, pois o ponto positivo é que o governo está aberto para negociação”, disse Pedro Kemp (PT), durante a sessão ordinária de quinta-feira (14).

Zeca do PT destacou que a melhor solução não inclui os abonos ou auxílios. “Os ‘penduricalhos’ nos salários não resolvem, é preciso uma solução definitiva”. Kemp acrescentou que esse é o mesmo entendimento da comissão, já que não contempla a reivindicação legítima dos servidores e não é juridicamente aceitável.

Caravina (PSDB) explicou que há uma resistência na alteração da alíquota em razão do Plano de Equacionamento da dívida da Previdência do Estado. “Esse plano prevê a redução dessa dívida de R$ 11 bilhões para R$ 8 bilhões e, a longo prazo, até 2055 mantém o equilíbrio das contas. Por conta disso, o Estado vai aumentar o aporte patronal. Qualquer redução na alíquota vai contra esse plano”, salientou.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *