23/04/2024 - Edição 540

Legislativo

Autor de lei que proíbe animais em circos, Paulo Duarte visita jiboia resgatada

Com cerca de 2,5 metros e mais de 5 quilos, ela vivia em um circo em Amambai

Publicado em 26/03/2024 11:26 - Semana On

Divulgação ALEMS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Assim que tomou posse do seu quarto mandato na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, o deputado estadual Paulo Duarte (PSB), fez questão de realizar uma “visita” à jiboia amazonense Rachel Carson, considerada Embaixadora da Conscientização Ambiental, no Bioparque Pantanal. A história da serpente poderia ter sido mais um daqueles tristes relatos que sempre ouvimos quando um animal é retirado da natureza e colocado para conviver à força com o ser humano, se não fosse a Lei nº 3.642, de 6 de fevereiro de 2009, de autoria do parlamentar, quando exercia o seu primeiro mandato.

A lei, conhecida como Lei do Circo, proíbe, em todo o Mato Grosso do Sul, a participação de qualquer animal em espetáculos circenses. Na época em que foi formulada, a norma foi considerada inovadora e contribuiu para alertar as pessoas sobre a questão dos maus tratos aos animais, sejam eles domésticos ou pertencentes aos habitats selvagens. “A partir dessa lei muitos outros estados começaram a olhar para a questão do bem estar animal. Sendo de um estado onde a natureza é predominante, não poderíamos fechar os olhos para esse problema”, relembra Paulo Duarte.

A jiboia, que tem cerca de 2,5 metros e pesa mais de 5 quilos, antes de ser levada para o Bioparque, vivia em um circo no município de Amambai e acabou sendo apreendida pela Polícia Militar Ambiental (PMA). Por causa da constante interação com o ser humano a serpente perdeu seus instintos naturais para predação de outros animais e defesa própria. Além disso, o réptil é de uma espécie oriunda do Amazonas. Esses dois fatores tornaram impossível o retorno de Rachel para a natureza.

Abrigada em um recinto completamente ambientando para ela, Rachel contribuirá para reforçar as pautas ambientes relacionadas à conscientização sobre danos e impactos negativos da soltura de animais fora de suas regiões de origem, do tráfico ilegal de animais silvestres e o desequilíbrio provocado por matanças desnecessárias. Durante a visita realizada por Paulo Duarte, quando a Lei do Circo completou exatos 15 anos em vigor, foi possível perceber o quanto a jiboia é acostumada com a presença humana. Sem demonstrar timidez, Rachel interagiu por um longo tempo com o parlamentar.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *