21/02/2024 - Edição 525

Ágora Digital

Bem vindo

O jornalista Victor Barone resume a semana política

Publicado em 01/12/2023 3:30 - Victor Barone

Divulgação Victor Barone - Midjourney

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Henry Kissinger morreu na noite de quarta-feira aos 100 anos.  Foi aliado das ditaduras sul-americanas, inclusive a brasileira. Apoiou a célebre Operação Condor, estruturada para executar inimigos de ditadores no exterior. Na Guerra do Vietnã, embora reconhecesse a derrota americana, avalizou o bombardeio no norte do Vietnã antes da saída das tropas. Ele fez isso só para disfarçar a atmosfera de derrota. Ajudou a moldar o mundo como hoje o conhecemos. Não há maquiagem que disfarce o mal que causou.

MAGREZA MENTAL

Uma convidada da Jovem Pan cometeu gordofobia ao comentar a indicação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, ao STF (Supremo Tribunal Federal). Paula Schmitt disse no programa “Linha de Frente” não ter “grandes esperanças” sobre ele no Supremo, e emendou: “Eu até admiro o fato de ele ter sido colocado por uma cota. Não foi isso? É… Obesidade. Não sei se é obesidade. Eu ouvi dizer que tem que ter representatividade”. Na sequência, ainda cometeu racismo contra a jornalista Basília Rodrigues, da CNN. “Teve uma jornalista da CNN que falou sobre isso. Acho que ela entrou em uma cota também. Então eu sei que ela queria que ele fosse coleguinha de cota. Aí falaram que ele era pardo, né? As ideias assim que saem da cabeça de uns jornalistas é uma coisa fascinante até”, afirmou Paula. Paula Schimitt referiu-se a uma declaração de Rodrigues, em um programa da CNN Brasil, que noticiou que o ministro se identifica como pardo. Diante da repercussão negativa sobre a participação de Paula Schmitt a Jovem Pan pediu desculpas. Após o posicionamento da emissora, Paula chamou a empresa de “Jovem Pano” e acusou o grupo de censura por ter retirado a sua declaração do ar.

BRIGA DE LIBERALÓIDES

A edição desta segunda-feira (27) do programa em “Em Pauta”, da GloboNews, foi marcada por uma discussão ao vivo entre os jornalistas Demétrio Magnoli e Gerson Camarotti. O assunto era a indicação do ministro da Justiça, Flávio Dino, para o Supremo Tribunal Federal (STF).

FAKE NEWS

Thiago Danezi, âncora da Jovem Pan Maringá, fez um apelo aos comentaristas da emissora no ar. Na quinta-feira (30), ele pediu ao vivo que eles se contenham ao dar notícias falsas.  A rede Jovem Pan foi alvo de um inquérito do Ministério Público Federal (MPF) em janeiro deste ano para apuras sua conduta na disseminação de conteúdos desinformativos a respeito do funcionamento das instituições brasileiras e com potencial para incitar atos antidemocráticos.

MATEM-SE

O advogado da família Bolsonaro, Frederick Wassef, e Fabio Wajngarten, ex-chefe da Secretaria de Comunicação Social do governo, têm trocado acusações sobre a recompra de um relógio Rolex em junho de 2022. O objeto, presente dado à União, foi vendido nos Estados Unidos de forma ilegal quando Jair Bolsonaro (PL) ainda era presidente. O Rolex e outro relógio da marca Patek Philippe foram negociados por US$ 68 mil.

CHUPETA

O deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) foi abordado pelo influenciador Bernardo Moreira, que se apresenta nas redes sociais como estudante e descreve seu perfil como um espaço dedicado a discutir “o mundo da política” e questionar “tudo o que está errado nele” e ficou bastante irritado. Gravando um vídeo com seu celular, o influenciador chamou o deputado de “Nicole Chupeta” e alegou que ele não trabalha. A alcunha “Nicole” foi criada pelo próprio deputado em março deste ano, quando discursou no plenário usando uma peruca para fazer ataques a mulheres trans.

GENTE DO MAL

Bolsonarista radical, Iago Mella (Podemos), presidente da Câmara de Sorriso (MT), no chamado Nortão de Mato Grosso, foi flagrado em vídeo zombando de pessoas com deficiência e seus familiares. No vídeo, que acabou vazando na internet, o parlamentar aparecendo dando gargalhadas com outro jovem que imita uma pessoa com deficiência e diz: “Pais e mães de excepcionais de Sorriso”.

AH, ENTÃO TÁ…

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) Luis Roberto Barroso afirmou que a Corte e a imprensa são parceiras na reafirmação da democracia no Brasil e disse que não existe “censura em qualquer hipótese” em decisão tomada ontem pelo plenário que permitiu que veículos de imprensa sejam responsabilizados por falas de entrevistados.

MATA, PISA NA CABEÇA

Uma homenagem ao ex-presidente Jair Bolsonaro e ao deputado federal Eduardo Bolsonaro terminou em confusão na noite de quinta-feira, em São Bernardo do Campo (SP).  Enquanto Eduardo discursava diante de centenas de apoiadores, um homem criticou o ex-presidente: “Seu pai é um genocida”. Os bolsonaristas passaram a xingar o opositor, que não foi identificado. O homem levou um tapa na cabeça enquanto era retirado do local. Eles gritavam “arrebenta esse filha da p***” e “deixa eu pisar na cabeça dele”. A cara do bolsonarismo…

FRASES DA SEMANA

“Estamos agora juntos com a imprensa. Sempre estive com a imprensa e a imprensa agora vai estar comigo”. (Bolsonaro, sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal que abriu a possibilidade de punir empresas jornalísticas por declarações de entrevistados.)

“Benjamim Netanyahu está colocando em perigo a segurança do povo israelense, assim como a de todos os judeus do mundo. Netanyahu já escreveu seu nome na história como o açougueiro de Gaza”. (Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia)

“Veremos mais pessoas morrendo de doenças do que de bombas se não remontarmos o sistema de saúde de Gaza. Não são apenas os hospitais. Todo mundo, em todo lugar, tem muitas necessidades de saúde, porque estão famintos”. (Margaret Harris, porta-voz da Organização Mundial da Saúde)

“É uma provocação com a gente [oposição].” (Damares Alves, senadora do Republicanos-DF, sobre a escolha de Flávio Dino para ministro do Supremo Tribunal Federal. Certamente esperava que Lula escolhesse um nome de oposição ao seu governo)

“Criaram uma imagem errada. Se você revisar as declarações de Milei verá que ele nunca disse nada agressivo [sobre Lula ou o Brasil]. Nunca foi o monstro que inventaram.” (Diana Mondino, futura chanceler da Argentina, portadora do convite para Lula ir à posse de Javier Milei)

“Não vamos tapar o sol com a peneira. Não aguentamos o tranco da direita como estamos. E a direita vai nos dar um tranco, nós a conhecemos. […] Se formos derrotados em 2024, ela vai tomar mais um naco do governo”. (José Dirceu, ex-ministro de Lula, sobre a situação do PT)

“A minha expectativa e esperança é que, à medida que avançamos, o resto do mundo árabe também exerça pressão sobre todas as partes para abrandar esta situação, para pôr fim a esta situação rapidamente.” (Joe Biden, presidente dos EUA, sobre o cessar-fogo entre Israel e o Hamas)

Leia outros artigos da coluna: Ágora Digital

Victor Barone

Jornalista, professor, mestre em Comunicação pela UFMS.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *