24/04/2024 - Edição 540

Campo Grande

Prefeitura quer colaboração do Dnit para acelerar obras do macroanel

Publicado em 11/07/2014 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A aceleração das obras da segunda e última etapa do macroanel rodoviário de Campo Grande (ligação entre as saídas de Rochedo e Cuiabá) foi apontada como prioridade pela Prefeitura de Campo Grande. No último dia 9, o prefeito Gilmar Olarte pediu a colaboração do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), a fim de que o projeto possa caminhar a todo vapor. O superintendente regional do órgão, Carlos Antonio Marcos Pascoal se reuniu no gabinete do prefeito para discutir o assunto. A reunião contou com a presença de diretores do Dnit e do secretário municipal de Obras, Semy Ferraz.

O recurso para a execução da obra está em caixa e corresponde ao total de R$ 15,4 milhões, oriundos do Governo Federal com contrapartida do Município. Com o vencimento do convênio previsto para maio do ano que vem, o prefeito determinou que a empreiteira responsável pela obra, a Anfer Engenharia acelere o processo a fim de entregar a obra, se possível, até o final do ano.

Esta última etapa do macroanel rodoviário tem uma extensão de 22 quilômetros. O projeto foi iniciado no final da segunda administração do ex-prefeito André Puccinelli, em 2004, mas o cronograma ficou comprometido por conta de atraso na liberação de recursos, demora no processo de desapropriação de áreas privadas que ficam no trajeto projetado.

Este trecho do macro anel é estratégico, segundo Olarte, porque cria uma alternativa de acesso, sem passar pelo centro da cidade, ao distrito industrial de Indubrasil para os caminhões que vem pela BR-163 trazendo soja das regiões produtoras de Mato Grosso do Sul (São Gabriel do Oeste, Sonora) e de Mato Grosso.

Outro problema que será solucionado a partir da conclusão da obra será o desvio de caminhões pesados que hoje trafegam pela Avenida Mascarenhas de Moraes e degradam a pavimentação, causando uma série de fatores negativos, principalmente os acidentes.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *