15/06/2024 - Edição 540

Viver Bem

Treinos funcionais e atividades combinadas ajudam a perder peso

Publicado em 28/07/2014 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Começar um exercício físico pode não ser tão difícil quanto mantê-lo regularmente. Isso porque os resultados muitas vezes demoram a aparecer, e muita gente acaba desistindo pelo caminho. No inverno, a situação costuma piorar, pois o frio e a preguiça podem desestimular ainda mais.

Segundo o médico do esporte Gustavo Magliocca, há vários exercícios que podem ajudar uma pessoa a queimar gordura corporal e emagrecer – de forma divertida e gostosa. Alguns exemplos são: treinamento funcional, atividades combinadas, cross fit, danças como zumba e outros ritmos bem acelerados.

Além dessas opções, há a chamada aula "hiit" (High Intensity Interval Training), um treinamento bastante dinâmico que acelera o metabolismo, trabalha a força e alia o ganho de massa magra com a melhora do condicionamento cardiovascular. Ela tem picos de aceleração dos batimentos cardíacos e um maior gasto calórico em menos tempo. O ideal é alternar as cargas e os intervalos.

De acordo com Magliocca, qualquer exercício físico demanda mais energia para os músculos. Mesmo em atividades curtas, desde que elas sejam intensas, é possível ter um gasto energético de 5% a 20% maior ao longo do dia, mesmo quando a pessoa já estiver em repouso.

Força e equilíbrio

Você já parou para reparar na sua postura? Como você se posiciona quando senta ou anda? O médico do esporte Gustavo Magliocca alerta que ter a postura correta é questão de saúde, porque pode evitar dores e diversos outros problemas nas articulações, ligamentos e tendões. Uma das dicas para se manter na posição correta é fortalecer os músculos e treinar o equilíbrio e a flexibilidade.

Existem alguns exercícios que não só fortalecem a musculatura, como também ajudam a melhorar o o equilíbrio e o alongamento, como ensinou a terapeuta Mônica Monteiro – de joelhos no chão e com uma das pernas dobrada à frente do corpo, por exemplo, já é possível treinar esses três fatores. No entanto, é importante manter o abdômen contraído e a postura correta.

Uma pessoa sedentária pode ter mais dificuldades em manter a posição nesse exercício, mas é questão de treino. Por isso, é fundamental trabalhar a flexibilidade e a força, que geram um efeito positivo na postura. O pilates e a ioga, por exemplo, também são atividades que melhoram a postura, além de ajudar a treinar força, equilíbrio e consciência corporal.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *