25/02/2024 - Edição 525

Mato Grosso do Sul

MS tem carne de excelência, diz ministro da Agricultura

Publicado em 31/03/2017 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O governador Reinaldo Azambuja e o ministro da Agricultura Blairo Maggi cumpriram extensa agenda em Campo Grande, nesta quinta-feira (30), relacionada à cadeia produtiva da carne. Para atestar a qualidade do alimento produzido em Mato Grosso do Sul eles almoçaram em uma churrascaria na companhia de autoridades e jornalistas. “O Estado tem uma carne de excelência”, decretou o ministro após a degustação. “É a melhor carne do mundo em qualidade, maciez e sabor”, avaliou Reinaldo.

Durante as agendas na Capital, a tônica dos discursos de Reinaldo e Maggi foi a retomada da confiança do consumidor brasileiro após a Operação Carne Fraca da Polícia Federal, que desestabilizou o mercado nacional e internacional ao investigar desvio de conduta de servidores federais que fiscalizavam uma pequena quantidade de frigoríficos.

“A carne do Brasil não é problema para consumidor nenhum. Não podemos fazer dessa operação a imagem da carne. Precisamos mostrar ao consumidor brasileiro que temos a melhor carne do mundo. Temos serviços de sanidade eficientes, controle e rigoroso esquema de vigilância na produção. Precisamos agora mostrar ao consumidor que não tem risco de voltar a consumir carne brasileira.  Fora do País, a reabertura dos mercados e a confiança na carne brasileira vai dar a continuidade nessa cadeia que está bem organizada”, pontuou o governador.

Depois do almoço na churrascaria, confirmando a qualidade dos cortes sul-mato-grossenses de carne, Reinaldo e Maggi seguiram para a Embrapa Gado de Corte, onde inauguraram o Laboratório Multiusuário de Biossegurança para a Pecuária (Biopec) – conjunto de instalações laboratoriais voltado para a pesquisa, desenvolvimento e inovação de agentes que possam por em risco a saúde dos rebanhos e a saúde pública nacional.

“Os negócios da pecuária brasileira ganham um reforço grande. Com esse laboratório podemos nos apresentar mundo afora com produtos de qualidade, certificações e a garantia absoluta de que o que estamos fazendo é de forma transparente e eficiente, usando a tecnologia e a ciência”, falou o ministro da Agricultura. Segundo ele, o laboratório de pesquisa da Embrapa em Mato Grosso do Sul dará suporte para toda a pecuária brasileira.

“O laboratório da Embrapa Gado de Corte é o que há de mais eficiente e mais moderno no País. Com a autonomia e a difusão das pesquisas que serão desenvolvidas aqui, eu não tenho dúvidas que o Brasil chegará a 2050 ocupando o topo da produção mundial e da oferta de proteínas. Esse laboratório irá contribuir para o avanço da pecuária brasileira”, disse o governador.

Também participaram da solenidade de inauguração os secretários de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, e de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck. Senadores e deputados federais por Mato Grosso do Sul também marcaram presença, assim como deputados estaduais e vereadores.

Laboratório Biopec

Com uma moderna infraestrutura e um complexo sistema de segurança automatizado e integrado, o laboratório Biopec tem enfoque na manipulação de patógenos de alto risco biológico. Permitirá pesquisas avançadas com agentes de alto risco como o vírus da febre aftosa, influenza aviária e suína, vírus da raiva, herpesvirus bovino e bactérias responsáveis por doenças como a brucelose ou botulismo.

O novo laboratório de biossegurança conta com uma área de 500 metros quadrados dentro da Embrapa Gado de Corte e trata-se de mais uma importante ferramenta de validação e que irá reforçar qualidade e segurança dos alimentos e da cadeia produtiva pecuária de Mato Grosso do Sul.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *