24/02/2024 - Edição 525

Mato Grosso do Sul

Ladário vê oportunidades na Rota do Desenvolvimento

Publicado em 26/02/2016 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O município de Ladário quer se projetar no cenário estadual e nacional como roteiro de turismo ecológico e terminal logístico e visualiza na realização da Rota do Desenvolvimento Região Pantanal uma “oportunidade de fomentar o desenvolvimento local valorizando vocações e riquezas naturais e culturais de nossa região”. Essa é a avaliação do secretário Especial de Fomento e Desenvolvimento Econômico de Ladário, Jorge José Pinto De Castro. Ele reuniu-se na quinta-feira (25) com o secretário-adjunto da Semade, Ricardo Senna, para o alinhamento de demandas e ações a serem realizadas durante a edição da Rota que acontece de 15 a 17 de março em Corumbá.

“Temos uma expectativa muito positiva com a realização da Rota do Desenvolvimento. Essa ação do governo do Estado está perfeitamente alinhada com nossa estratégia municipal de fomento ao desenvolvimento local, incentivo aos pequenos negócios e valorização do potencial turístico e ambiental de nossa região. No ano passado já havíamos discutido com os secretários Jaime Verruck e Ricardo Senna o potencial da APA da Baía Negra como roteiro de turismo ecológico e formas de reativar o porto fluvial de Ladário, administrado pela União e que encontra-se inoperante. Temos de encontrar mecanismos para atrair a iniciativa privada para a reativação desse  terminal e investimento no trecho ferroviário que liga as morrarias ao porto”, afirma o secretário De Castro.

Segundo ele, “todas essas questões foram incorporadas à programação da Rota do Desenvolvimento de uma forma muito acertada e aguardamos esse momento de debate com uma expectativa bastante positiva”.

Na avaliação do secretário-adjunto da Semade, Ricardo Senna, “esse é um modelo de planejamento de desenvolvimento econômico que estamos semeando nas edições da Rota do Desenvolvimento. Cada região tem um potencial a ser explorado, com características muito particulares. Estamos promovendo, por meio do Propeq e da Rota, o debate desse novo paradigma econômico para fomentar o desenvolvimento sustentável, fortalecer os pequenos negócios e efetivamente diversificar a economia do nosso Estado”.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *