23/05/2024 - Edição 540

Legislativo

“Polarização não pode comprometer parcerias com Governo Federal”, afirma Gerson

Presidente da ALEMS defendeu parcerias institucionais entre o Governo do Estado e a União, independente das diferenças ideológicas

Publicado em 19/04/2024 1:42 - Semana On

Divulgação ALEMS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), Gerson Claro (PP), defendeu parcerias institucionais entre o Governo do Estado e a União, independente das diferenças ideológicas e do último embate eleitoral na disputa presidencial. “Defendo uma postura republicana e democrática. A eleição acabou. Lula não é o presidente da esquerda ou da direita. Ele é o presidente de todos os brasileiros”, ressaltou.

A fala aconteceu nesta manhã (18) na declaração de voto em favor da Moção de Aplauso, de autoria do deputado Zeca do PT (PT) dirigida ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, Lula (PT), pelo anúncio da construção de 2 mil casas populares no Estado. A polarização política não pode servir de pretexto para torcermos contra o Brasil”, pontuou Gerson.

“A eleição se esgota quando o resultado é homologado pela Justiça Eleitoral. Não há sentido prolongar o embate eleitoral ao longo dos quatro anos. Participei do evento de lançamento das exportações de carne para a China com a participação do Lula, assim como prestigiei o ex-presidente Jair Bolsonaro, quando esteve nos assentamentos Itamarati, em Ponta Porã, e Santa Mônica, em Terenos. Tenho que colocar os interesses da população do meu Estado, acima de quaisquer divergências pontuais com quem está à frente do Governo Federal “, concluiu o presidente da ALEMS, Gerson Claro.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *