25/05/2024 - Edição 540

Legislativo

Dourados: Geraldo destaca conquista da 2.ªetapa do Hospital da Mulher e da Criança

Novo bloco demandará investimentos der R$ 31 milhões, terá 3,6 mil metros quadrados, com 20 leitos de UTI Pediátrica, 20 de UTI Neonatal, 30 leitos neonatais de cuidados intermediários, entre outras estruturas

Publicado em 02/04/2024 12:38 - Semana On

Divulgação

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

“Valeu a pena todo o esforço que fizemos, logo que retornamos a Brasília, no início do ano passado para garantir conquistas para a saúde de Dourados e de toda a região”. A afirmação é do deputado federal Geraldo Resende (PSDB), ao participar do anúncio dos recursos para a construção da segunda etapa do Hospital da Mulher e da Criança, na tarde de terça-feira (2) em Dourados.

O parlamentar destacou as articulações que fez para garantir a inserção de recursos da ordem de R$ 31 milhões para a obra, no Novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) do Governo Federal. A ordem de serviço deverá ser assinada nas próximas semanas pelo ministro da Educação, Camilo Santana.

A confirmação da notícia, que já tinha sido dada pelo deputado, aconteceu durante vistoria técnica feita no Hospital Universitário de Dourados e na chamada UMC – Unidade da Mulher e da Criança pelo presidente da Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares), Arthur Chioro.  A agenda teve a participação de Geraldo Resende, do prefeito Alan Guedes, e do superintendente do HU, Hermeto Paschoalick, entre outros técnicos e profissionais.

“Lutamos e conseguimos edificar, em Dourados, uma unidade hospitalar que tem um altíssimo padrão de estrutura e atendimento, já em sua primeira etapa. Agora, estamos presentes também na conquista dessa nova fase, que garante a construção de um novo bloco e ampliação para 45 novos leitos pediátricos e de UTI Neonatal”, salientou Geraldo Resende. “E continuamos atentos para outras conquistas que iremos anunciar nos próximos dias”, salientou o parlamentar.

A segunda fase do Hospital da Mulher e da Criança terá mais de 3,6 mil metros quadrados de área construída. Vai ofertar 20 leitos de UTI Pediátrica, 20 de UTI Neonatal, banco de leite, consultórios, 30 leitos neonatais de cuidados intermediários, além de outros 10 leitos para partos “canguru’.

Novas lutas

O deputado Geraldo Resende tem sido um interlocutor permanente da direção da Universidade Federal de Dourados (UFGD) e do Hospital Universitário de Dourados, fazendo a “ponte” com o Ministério da Saúde, Ministério da Educação e Ebserh. Desta forma, em Brasília, o parlamentar vem apresentando todas as demandas da Universidade, propondo soluções, apresentando projetos e buscando recursos.

Por isso, o parlamentar comemorou a garantia de mais R$ 13 milhões, que já estão sendo aplicados, na ampliação e reformas de todas as enfermarias do Hospital Universitário. Essas medidas possibilitarão, inclusive, a incrementação da nefrologia, garantindo a oferta, nos próximos meses, do serviço de hemodiálise para os pacientes do SUS de toda a região.

Outra tratativa que o deputado Geraldo Resende já vem fazendo com a direção do HU/UFGD e Ubserh, é a implantação de um Centro de Alta Complexidade em Oncologia (CACON) no Hospital Universitário de Dourados.

O presidente da Ebserh disse que é favorável à proposta, e que esta é, inclusive, condição para que o HU cumpra o papel de formar profissionais com excelência. No entanto, salientou que a ideia do CACON no HU-Dourados precisa ter a participação, inclusive financeira, do Município de Dourados e do Governo do Estado.

“Sabemos que Dourados, pela sua localização geográfica e referência em saúde para 33 municípios da região, precisa de um serviço de oncologia no hospital da universidade. É uma alternativa para muitos pacientes, que hoje viajam a grandes distâncias até Campo Grande-MS ou Barretos-SP para consulta médica em oncologista ou realizar tratamentos. A cardiologia é outra especialidade que precisa ser incrementada no HU/Dourados e vamos lutar, com todas as forças, para isso”, conclui o deputado Geraldo Resende.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *