21/05/2024 - Edição 540

Ágora Digital

Deus nos livre desta “gente de bem”

Em meio a tragédia no RS, bolsonaristas disseminam desinformação e fakenews

Publicado em 09/05/2024 12:23 - Victor Barone

Divulgação Victor Barone - Midjourney

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Deus nos livre desta “gente de bem” que, em seus momentos de lazer, revela um comportamento irresponsável nas redes sociais, contribuindo para o agravamento das enchentes no Rio Grande do Sul ao espalhar desinformação.

Eduardo Bolsonaro, deputado e filho de um ex-presidente que aproveitava as férias de jet ski enquanto a Bahia sofria com tempestades, acusou o governo de Lula de retardar a ajuda ao estado. O senador Cleitinho e o influenciador Pablo Marçal, ambos defensores fervorosos do bolsonarismo, também afirmaram nas redes sociais que o governo estadual estava bloqueando caminhões de doações devido à ausência de notas fiscais.

Essas informações falsas chegaram ao gabinete de crise em Brasília, responsável por monitorar os esforços de ajuda federal ao estado. Na quarta-feira (8), a Polícia Federal iniciou uma investigação para identificar a origem dessa “usina de fake news”. O pedido foi feito pelo Ministério da Justiça a partir de uma solicitação da Secretaria de Comunicação do Planalto, justificando que a propagação de falsidades prejudica a confiança da população na capacidade de resposta do governo, afetando a assistência aos necessitados.

Eduardo Bolsonaro, Cleitinho e Pablo Marçal estão entre os investigados.

Em meio a uma tragédia que já resultou em mais de 100 mortes, 128 desaparecidos e 163 mil desabrigados, a disseminação de desinformação agrava ainda mais a situação.

A investigação da Polícia Federal pretende concluir que, no mínimo, a ignorância tem sido o principal motor por trás da desinformação. No máximo, mostrará que, nas redes sociais, a ignorância pode se tornar um ato criminoso.

A Secom indicou 13 perfis anônimos ou identificados nas redes sociais que teriam atuado diretamente para a disseminação de notícias falsas.

Pablo Marçal;

Pavão Misterious;

Jornal Razão;

Paladin Rood;

Área Militar;

Thiago Asmar;

Eduardo Bolsonaro;

Leandro Ruschel;

MSP-Brasil;

Tumulto BR;

Steh Papaiano;

Fernanda Salles;

Senador Cleitinho.

VICTOR BARONE

É jornalista, poeta, professor e Mestre em Comunicação pela UFMS. É editor da Semana On desde a sua fundação.

Email

Facebook

Linkedin

Leia outros artigos da coluna: Ágora Digital

Victor Barone

Jornalista, professor, mestre em Comunicação pela UFMS.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *