25/04/2024 - Edição 540

Ponte Aérea

Contra a imprensa, bolsonaristas e petistas se abraçam

Raphael Tsavkko Garcia fala disso, de nazismo e ‘carnagado’

Publicado em 29/02/2024 10:51 - Raphael Tsavkko Garcia

Divulgação

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

PT cansou só dos MAVs e BlogProgs e inventou mais um grupo de propaganda e desinformação?

Parece que sim.

E nem bem estrearam já começam a mostrar que são realmente petismo raiz e partiram pro ataque contra jornalistas. A turminha a tal “Militância Raiz” toda engajada no exposed de um jornalista fazendo o trabalho dele. Um dos canalhas até veio com “não é pra ser violento” como se “denunciar” profissionais de imprensa pro gado petista não fosse gerar violência.

O Bolsonarismo é direto na tentativa de censurar a imprensa. Começa pelo Bolsonaro atacando jornalistas, os colocando em cercados, impedindo seu trabalho. O Petismo age de outra forma, bota os “militantes” pra assassinar caráter enquanto pagam de “militantes raiz”. Ambos defendem censura, ambos odeiam a imprensa.

De um lado o Gabinete do Ódio, do outro… os BlogProg, MAVs, Militância Raiz e quetais pra pagar de independentes. No fim são todos gados de político.

CARNAGADO

O #CarnaGado hoje não significa muita coisa. Bolsonaro tem apoio de uma parcela relevante da população, todos sabem, mas não importa o que aconteça, Lula seguirá presidente.

Bolsonaro, dependendo do que falar, pode acabar preso. Esse protesto não tem serventia alguma pra ele. É só uma tentativa de se cercar, tentar intimidar o STF, a PF, mas não vai funcionar.

No fim só anima o gado. E deixa claro que estamos longe de superar a polarização (que interessa e é incentivada também pelo Lula).

O #carnagado só mostra que existe uma parcela significativa da população que odeia democracia e consome fake news como se fosse água.

O ideal seria todo mundo que discursar sair preso, mas infelizmente não vai acontecer. O evento, apelidado pelo Celso Rocha de Barros de UstraPalooza, no fim, serve para deixar posições claras. Quais políticos estão efetivamente integrados no campo Bolsominion, quais são os envergonhados e os que fugiram.

E só.

Aliás, a cobertura da mídia denuncia o total vazio desse ato. Tem muita gente nas ruas? Tem. Mas é irrelevante. Não acrescenta nada, não muda nada, inclusive não reivindica nada.

Recomendo essa ótima análise do David Nemer:

PS: O CarnaGado no máximo mostra que Bolsonaroperdeu força em alguns setores (como o agro) e reforçou com o gado evangélico – que já era dele anyway. Enfim, protesto pra marcar posição, mas que não faz muita diferença pra ninguém além de animar torcida e reforçar que o maior parigo para a democracia são os evangélicos.

FAZ ISSO NÃO

Chegamos no ponto em que a esquerda lulista sai do armário do antissemitismo (não, Lula comparar genocídio palestino com holocausto não é antissemitismo) e extrema-direita que abraça nazis sai em defesa de Israel.

De um lado inauguramos o NaziPetismo, do outro segue inabalável o NaziSionismo.

A ESQUERDA MORREU

Leia outros artigos da coluna: Ponte Aérea

Raphael Tsavkko Garcia


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *