22/04/2024 - Edição 540

Campo Grande

Ministra anuncia inauguração da Casa da Mulher Brasileira para fim de outubro

Publicado em 25/09/2014 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A ministra da Secretaria de Política para as Mulheres, Eleonora Menicucci, vistoriou nesta semana as obras da Casa da Mulher Brasileira de Campo Grande e constatou que a sede, no Jardim Imá, será a primeira a ser entregue no país. “Foi um avanço extraordinário nas obras, no final de outubro voltarei para a inauguração. Essa construção é uma referência para todo o país”, destacou. A previsão inicial para a conclusão da Casa era para o início de novembro deste ano.

A Casa da Mulher Brasileira é um projeto do Governo Federal, previsto no programa Mulher Viver sem Violência, da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR) e teve investimento de R$ 9 milhões.

A ideia é reunir, num único espaço, todos os serviços destinados para as mulheres em situação de violência e vulnerabilidade social: Delegacia da Mulher, Defensoria Pública, Ministério Público, vara especializada em gênero, posto médico, brinquedoteca e salas para o atendimento psicossocial e de qualificação profissional. O atendimento será feito para mulheres de todo o Estado. “As mulheres vítimas de violência não terão que ir a diversos lugares para serem atendidas, estará tudo concentrado num só lugar”, pontuou Eleonora.

Violência

Segundo o desembargador Rui Celso Florence, coordenador estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, entre 1° de janeiro até ontem (23 de setembro), 97 mulheres foram vítimas de homicídio. O prefeito Gilmar Olarte garantiu que implementará as ações possíveis para combater a violência contra a mulher. “Nós iremos avançar bastante nessa área e esperamos diminuir este índice”, frisou.

Para a titular da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, Liz Derzi, a conclusão da Casa da Mulher Brasileira será um grande impulso para a diminuição da violência contra a mulher. “É um sonho que está sendo concretizado”, enfatizou.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *