21/02/2024 - Edição 525

Viver Bem

Homens apelam para o transplante de barba

Publicado em 15/10/2015 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O transplante de barba passou a ser mais popular nos últimos dois anos, tanto por questões de moda quanto pelo avanço da técnica FUE (sigla em inglês para extração da unidade folicular).

Segundo o dermatologista Arthur Tykocinski, é a mesma técnica já utilizada em transplantes capilares, na qual o cirurgião extrai os folículos —estruturas dérmicas capazes de produzir pelos— um a um, deixando uma pequena cicatriz em forma de ponto no local.

Mauro Speranzini, cirurgião plástico, afirma que o transplante pode ser feito tanto em barbas que sempre tiveram falhas quanto em regiões onde os pelos foram caindo por causa de doenças, assim como lugares em que cicatrizes impedem seu crescimento.

São retirados folículos da região do pescoço, onde os pelos da barba não são tão desejados, e implantados novamente em regiões da barba em que os pelos não crescem. Quem não tem pelos suficientes no rosto para fazer um transplante da própria barba pode transferir fios de cabelo para o rosto.

"Quando você implanta o folículo, o pelo vai nascer com as mesmas características do lugar de onde foi tirado: se é da barba, fica mais parecido com barba; se é cabelo, pode ficar um pouco diferente", diz José Rogério Régis, coordenador do departamento de cabelos e unhas da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

O fio de cabelo geralmente é mais fino e mais liso. Nos dois casos, porém, a barba pode ser raspada e vai crescer novamente.

O preço do procedimento varia de acordo com a área a ser coberta, e pode custar de R$ 7.000 a R$ 20 mil. Na maior parte das vezes, apenas uma sessão de transplante, com anestesia local, é suficiente, mas quem quer uma barba bem densa pode precisar de duas cirurgias.

"Na primeira vez não podemos implantar os folículos a uma distância menor do que 2 mm", afirma José Carlos Pereira, membro da Sociedade Internacional de Cirurgia de Restauração Capilar.

De acordo com a entidade, os transplantes de barba representaram 1,5% do total de procedimentos de restauração capilar no mundo todo em 2012. No ano passado, eles foram responsáveis por 3,7%.

Barba de verdade

O resultado definitivo demora de seis a oito meses para aparecer. Isso porque os fios implantados costumam cair depois de alguns dias, e o folículo demora um tempo para produzir outro pelo.

Contraindicações

Segundo os médicos, existem algumas contraindicações para a realização do transplante de barba. "Não é indicado para pacientes com tendência a calvície, porque não dá para gastar na barba o cabelo que poderá ser útil posteriormente em um transplante na própria cabeça", afirma Régis.

Os fios que foram retirados da área doadora não voltam a crescer, já que os folículos também foram removidos.

Quem tem cabelos muito enrolados pode não ser elegível ao procedimento por causa da dificuldade em pinçar os fios. Pessoas com tendência a ter pelos encravados também devem evitar o procedimento.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *