24/04/2024 - Edição 540

Mato Grosso do Sul

Wilson 100 anos

Publicado em 20/06/2017 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

No último ano de seu governo (1986), quando Wilson Barbosa Martins já preparava sua candidatura ao Senado, o então repórter da TV Morena, Bosco Martins realizou uma entrevista exclusiva com Wilson que se preparava para deixar o governo de Mato Grosso do Sul, no segundo semestre de 1985. Ele não falou apenas sobre seu governo; contou também as alegrias e dificuldades enfrentadas no comando do estado: “Eu sou um homem profundamente ligado à família, aos amigos, gostando de conviver com as pessoas do povo. E, no governo, infelizmente nos sentimos um pouco tolhido em todas essas manifestações.”

Ao ser questionado sobre as restrições às liberdades democráticas que vivenciou em seu tempo, Wilson explicou que só pode retornar a vida pública “graças a pressão popular que forçou o processo de abertura no país, permitindo não só o seu retorno mais de outras grandes lideranças políticas”. 

A entrevista concedida por Wilson Martins ao jornalista Bosco Martins marcou por ter sido a primeira a ser exibida na TV-Morena (onde o jornalista trabalhava) e posteriormente em todos os outros canais de TV de MS. Foi considerada histórica porque, também pela primeira vez, o um ex-governador falou de temas considerados “inconvenientes para um governante”, como sua relação e possível “traição” para com o ex-prefeito Lúdio Coelho, que almejava ser seu candidato governador. Na entrevista de 45 minutos, Wilson aparece bem à vontade e assumindo um tom informal admite, ente outras, ter no ex-governador Pedro Pedrossian seu grande adversário político: "Adversários políticos não podem se tornar inimigos.”

“É absolutamente vital saber distinguir o inimigo do adversário. Os dois são muito diferentes entre si. Enquanto o adversário contenta-se em derrotá-lo, o inimigo só encontra paz destruindo-o. Não era o caso da política naquele tempo registra o jornalista Bosco Martins e o Dr. Wilson “sabia bem lidar com isso.” 

Um dos mais respeitados jornalistas do Estado, Bosco Martins sempre teve grande prazer em realizar entrevistas, por isso foi convidado pelo jornalista Mario Ramires e pela jornalista Sandra Menezes (que participou da produção do programa). Mas havia uma condição: de que as perguntas seriam feitas sem conhecimento prévio do entrevistado: “Bem à queima-roupa mesmo, sem censura! E eles toparam! O Mário Ramires era do ramo e sempre foi um mestre na arte do jornalismo ”, destacou Bosco.

Mário Ramires, que foi secretário de Comunicação no governo Wilson, faleceu em setembro de 2012 e a entrevista do atual presidente da Fertel (Fundação Estadual Luís Chagas de Rádio e Televisão Educativa), jornalista Bosco Martins, poder ser assistida na íntegra, abaixo, ou nos seguintes horários na TV Educativa/MS, Canal 4 da TV aberta, Canal 15 da NET ou pelo Portal da Educativa.

Horários de exibição:
Quarta-feira 21/06 ás 21 hs
Sexta-feira 23/06 ás 19:00 hs
Sábado 24/06 ás 9;00 hs
Domingo 25/06 ás 11: hs
Segunda-feira 26/06 ás 20hrs (antes do Roda Viva)

 


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *