22/07/2024 - Edição 550

True Colors

Pelas ruas de Paris

Publicado em 02/05/2014 12:00 - Guilherme Cavalcante

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Paris é a cidade da luz, onde atualmente é primavera e o sol se põe por volta das 22h, o que representa ruas tomadas por gente de todo o globo até mesmo depois desse horário. Permeada por cultura e história, sua vida noturna, principalmente em bairros como o Marais (onde a noite gay ferve), são um atrativo à parte, mas totalmente incluso no pacote. Mas o que realmente desperta a beleza em nossos olhos é a arquitetura extremamente bem conservada dos prédios. C'est comme un rêve!

Como se não fosse o bastante tanta beleza, uma artista “urbana”, digamos assim, tem trazido cores diferentes às ruas parisienses, com inspiração direta nas queens da sexta temporada de Rupaul’s Drag Race. Até agora, conseguimos ver Adore Delano, Bianca Del Rio, Courtney Act, Laganja Estranja e Ben Dela Créme.

Tudo o que sei sobre a artista (supondo, sei lá, que é mulher) é que ela (ou ele) é brasileira. Você pode conferir mais fotos e todo o trabalho de Surianii AQUI, mas separamos as melhores para a nossa galeria. Profitez-en!

 

Semana Apolo da Diversidade Cultural LGBT

Uma excelente iniciativa do grupo Apolo, uma rede de homens gays e bissexuais de Mato Grosso do Sul, promove na próxima segunda-feira (5), a I Semana Apolo da Diversidade Cultural LGBT. A programação contempla também a entrega do Troféu Apolo Amigos da Causa, com o qual a coluna True Colors e o portal SEMANA ON serão agraciados. Haverá, também, atividades artísticas como exposições, desfiles e, claro, festas, como o sarau da diversidade. O evento segue até o dia 8 de maio e é gratuito. A programação completa você pode conferir AQUI ou na FANPAGE da rede.

 

Morde e Assopra

Neste fim de semana, precisamente no domingo (4), acontece a maior Parada LGBT do mundo, a Parada de São Paulo, que este ano traz como tema “País vencedor é país sem HOMOLESBOTRANSFOBIA. Chega de Mortes! Pela Aprovação da lei de identidade de gêneros!”.

E enquanto a Avenida Paulista se prepara para receber LGBTs de todo o país, a Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese de São Paulo publicou uma nota em solidariedade à violência sofrida diuturnamente contra LGBTs. Confira:

Nota da Comissão Justiça e Paz da Arquidiocese de São Paulo

Fiel à sua missão de anunciar e defender os valores evangélicos e civilizatórios dos Direitos Humanos, a Comissão Justiça e Paz de São Paulo (CJPSP) vem a público manifestar-se por ocasião da 18ª Parada do Orgulho LGBT que se realiza na Av. Paulista no próximo domingo, dia 04 de maio de 2014.

Nosso posicionamento se fundamenta na Constituição Pastoral Gaudium et Spes, aprovada pelo Concílio Vaticano II, que diz: “As alegrias e esperanças, as tristezas e angústias dos homens de hoje, sobretudo dos pobres e de todos aqueles que sofrem, são também as alegrais e as esperanças, as tristezas e as angústias dos discípulos de Cristo; e não há realidade verdadeiramente humana que não encontre eco no seu coração.”

Assim, a defesa da dignidade, da cidadania e da segurança das pessoas LGBT – lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais – é imprescindível para a construção de uma sociedade fraterna e justa. Por isso não podemos nos calar diante da realidade vivenciada por esta população, que é alvo do preconceito e vítima da violação sistemática de seus Direitos Fundamentais tais como a saúde, a educação, o trabalho, a moradia, a cultura, entre outros. Além disso, enfrentam diariamente insuportável violência verbal e física, culminando em assassinatos, que são verdadeiros crimes de ódio.

Diante disso, convidamos as pessoas de boa vontade e, em particular, a todos os cristãos, a refletirem sobre essa realidade profundamente injusta das pessoas LGBT e a se empenharem ativamente na sua superação, guiados pelo supremo princípio da dignidade humana.

Obviamente não é uma opinião do Papa e nem mesmo representa o entendimento de toda a igreja católica pelo mundo, mas é alguma coisa. Eu, que não vou à Parada de São Paulo, espero que esta mensagem seja realmente difundida entre os seguidores do catolicismo mundo a fora. Como dizem os santos padres, OREMOS!

Leia outros artigos da coluna: True Colors

Victor Barone

Jornalista, professor, mestre em Comunicação pela UFMS.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *