24/05/2024 - Edição 540

Viver Bem

Novos equipamentos e acessórios permitem nadar sem sair do lugar

Publicado em 28/05/2014 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Equipamentos que chegaram recentemente ao Brasil e acessórios usados em aulas de academias permitem nadar sem sair do lugar. Na prática, é como se fosse uma "esteira aquática".

A opção mais complexa –e cara– usa uma bomba geradora de correnteza potente que simula correntes naturais. A bomba joga água contra o nadador, enquanto canais nas laterais ou atrás da piscina devolvem o fluxo para a bomba.

Com o dispositivo, o nadador não só consegue praticar exercícios em espaços menores como também desenvolve força e resistência. A força da correnteza vai depender da potência da bomba. Quanto maior ela for, maior também será o desafio.

Quanto custa?

Os preços podem variar de R$ 3 mil (só a bomba) a até R$ 195 mil (um modelo importado que combina bomba e piscina). Há opções de piscinas montáveis e práticas que cabem, inclusive, dentro do apartamento. A estrutura, porém, precisa aguentar o peso de pelo menos uma tonelada.

Em São Paulo, a empresa Latina Comex importa o equipamento, que nos Estados Unidos é vendido com o nome de Endless Pool – algo como "piscina infinita". O menor tamanho disponível é 2,13 m de largura por 4,26 m de comprimento.

Há ainda opções de origem francesa e de fabricação nacional – no Rio de Janeiro, a empresa Albacete fabrica um kit com bomba, oxigenador para a formação de bolhas e até um painel digital para controle do tempo de utilização da bomba.

Em Curitiba, a empresa Desjoyaux Piscinas importa o equipamento da França.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *