25/05/2024 - Edição 540

Legislativo

Eduardo Romero solicita sinalização nas proximidades de quartel do Corpo de Bombeiros

Publicado em 20/07/2018 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Há um mês foi encaminhado ofício para a Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) solicitando estudo técnico e providências para melhorar a segurança viária nas proximidades do quartel de bombeiros militar, que fica na Avenida Julio de Castilho. Pelo relato dos moradores e comerciantes das proximidades ainda não foram feitas mudanças neste sentido.

A demanda por adequações chegou ao gabinete do vereador Eduardo Romero (Rede) e foi encaminhada no dia 15 de junho deste ano. O parlamentar salientou que a via é de fluxo intenso de veículos e, além disso, tem entrada e saída constante de veículos de socorro do quartel, com militares que precisam agir com rapidez. Porém, em muitas ocorrências os militares não conseguem sair do quartel de maneira rápida e segura, devido ao trânsito na via. Isto só corre apenas quando semáforo está fechado.

No ofício para a Agetran Eduardo Romero destaca que, após estudo, que sejam colocadas placas alertando condutores e pedestres sobre existência do quartel dos bombeiros, bem como sinalização luminosa de alerta sobre entrada e ainda de veículos oficiais da unidade.

O vereador também solicitou que seja providenciado algum dispositivo que facilite entrada e saída de veículos militares, mesmo quando o semáforo próximo esteja aberto para fluxo em geral como, por exemplo, instalação de semáforo exclusivo com acionamento dos próprios militares como o que está em operação no quartel localizado na Avenida Costa e Silva.

“Precisamos orientar os cidadãos, dar esta segurança e agilidade aos militares, até porque os veículos de socorro têm prioridade no trânsito, independente de sinalização semafórica. Sabemos que quando esta avenida passou por reformas ainda não havia este quartel, mas a cidade cresce, se transforma e poder público precisa acompanhar e atender as necessidades”, destaca Eduardo Romero.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *