24/04/2024 - Edição 540

Cultura e Entretenimento

O luxo que vem do lixo

Publicado em 28/06/2017 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Reforçando o conceito do reaproveitamento de materiais descartados e a transformação em arte, a exposição Recriarte está de portas abertas no espaço cultural do Palácio das Comunicações que abriga a Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa de MS (Fertel). Aberta ao público, a mostra segue até 15 de agosto e pode ser conferida de segunda a sexta-feira. A entrada é gratuita. 

Conforme o diretor-presidente da Fertel, Bosco Martins, o objetivo da exposição é mostrar as várias possibilidades do uso desses materiais na criação e construção das artes visuais, como quadros, esculturas, vitrais, incensários, luminárias coloridas e móbiles. Uma oportunidade de conhecer as obras de cada um dos expositores, que expressam talento e sensibilidade em materiais que muitas vezes são jogados fora.

Os trabalhos são de autoria dos artistas Milla Freitas, Antonia Hanemann, Galvão Pretto, Silvia Stumpo e Rômulo Martin Llano e podem ser apreciados pelo público por meio de diferentes técnicas: papel, madeira, metal e vidro reciclados.

Bosco ressalta que a mostra nos faz refletir sobre os problemas ambientais e sociais por meio da arte. “As correlações entre o mundo da arte e da sustentabilidade constituem uma tendência da contemporaneidade. Há uma emergência na busca por estruturas estéticas que correspondam à expansão de reflexões acerca das alterações sofridas pela natureza e estimuladas pela sociedade de consumo”, pontua.

O diretor-presidente parabenizou os artistas expositores que demonstraram em suas produções, de modo direto ou indireto, o discurso da sustentabilidade ao evidenciar a importância destas obras como agentes de reflexão sobre a preservação ambiental. De acordo com a curadora da exposição, Ana Rita Moraes, a temática veio em homenagem ao dia do meio ambiente comemorado em 5 de junho.

“Não é de hoje que a arte se apropria de materiais desprezados pela maioria das pessoas. Praticando a reutilização e exercendo a sensibilidade artística, diversas peças de arte são criadas a partir de simples utensílios. As peças levam o conceito sustentável através da arte”, finalizou.

Serviço

Exposição Recriarte

Data: de 21 de junho a 15 de agosto, de segunda a sexta-feira.

Horário: das 8h às 11h e das 14h às 17h.

Entrada: gratuita.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *