29/05/2024 - Edição 540

Cultura e Entretenimento

Dia Mundial do Livro: psicóloga da Cassems explica como a leitura pode contribuir com a saúde mental

Entre os benefícios da leitura está a melhoria na memorização, na concentração e diminuição da ansiedade

Publicado em 24/04/2024 11:45 - Semana On

Divulgação

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A imaginação e expande o nosso vocabulário. Os benefícios que a leitura traz para a saúde mental estão de acordo com alguns estudos científicos, comparado aos da atividade física.

Segundo Amanda Botareli, que atualmente atende no Espaço Somos, a leitura estimula a aprendizagem de palavras novas, amplia referências e auxilia na tomada de decisões. “E, todas essas questões, no nosso dia a dia, colaboram muito com a nossa socialização, autonomia e autoestima”, explica a especialista.

A psicóloga da Cassems, pontua que a leitura perpassa as diferentes fases da nossa vida e em cada uma delas exerce um importante papel. “Na escola nossos professores nos estimulavam a ler, não só porque precisávamos aprender, mas porque a ação de ler traz muitos benefícios para a vida. É fonte de conhecimento e de empoderamento”, afirma.

Para a psicóloga que atua na área comportamental e há mais de sete anos trabalha com crianças e adolescentes neuroatípicos, um exemplo da importância do hábito de ler é que ele é um instrumento que melhora a função da memória e as atividades cerebrais têm um papel de prevenção para o Alzheimer e outras doenças degenerativas.

De acordo com a pesquisa ‘a atividade de leitura previne o declínio a longo prazo da função cognitiva em idosos’, publicada em 2020, na revista científica da Universidade de Cambridge International Psychogeriatrics, aquelas pessoas com mais de 60 anos que leem mais de uma vez por semana têm menos riscos de declínio cognitivo.

Ainda listando os benefícios da leitura, a psicóloga Amanda Botareli ressalta a melhora do senso crítico. “Pessoas que leem com frequência possuem maiores referências e assim constroem opiniões e mantêm argumentos sobre o mundo com mais facilidade”, afirma a psicóloga da Cassems.

Segundo a especialista, a leitura também estimula a criatividade, pois é necessário imaginar cenários, personagens e ações durante o processo. A leitura, inclusive, melhora também a concentração e pode auxiliar na nossa saúde mental.

“As pessoas podem utilizar da leitura para passar o tempo de uma maneira mais ‘leve’, se distraindo de possíveis problemas, por exemplo. Ler além de diminuir a ansiedade, também pode reduzir o estresse em até 68% de acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de Sussex, nessa pesquisa foi verificado que ao ler a frequência cardíaca diminui e a tensão dos músculos é aliviada”, pontua a psicóloga.

Amanda Botareli deixa algumas dicas para quem deseja tornar a leitura algo habitual.

– Estabelecer metas de leitura é bom ou ruim para a saúde mental?

O hábito da leitura traz muitas vantagens, ler antes de dormir por exemplo, auxilia no combate a insônia. Essa pode ser uma meta, retirar as telas e ler todos os dias X páginas antes de dormir, no início, para quem não tem essa rotina, pode ser mais difícil, mas assim que encontrar o seu tipo de leitura, aquela que te gera maior interesse e posteriormente criar esse hábito, o tempo passará rapidinho e poderá perceber muitos desses benefícios que conversamos.

– O que devemos evitar quando estabelecermos metas?

Caso esteja planejando começar a ler, ou seja, colocar esse hábito no seu dia a dia, fica aqui a dica: comece aos poucos, trace pequenas metas, aquelas possíveis de serem realizadas, assim não se frustrará e poderá concluí-las com mais facilidade. Por exemplo: comece com a meta de ler 3 páginas antes de estabelecer que lerá um capítulo inteiro por dia. Respeite seu tempo! Devemos evitar metas inalcançáveis.

– Quais são suas indicações de leitura?

“Tudo é rio” de Carla Madeira – leitura boa carregada de emoção;

“Rita Lee: Uma autobiografia” – Para quem gosta de biografia, esse é o último lançado pela nossa gênia Rita Lee;

“Em agosto nos vemos” de Gabriel Garcia Márquez – esse está na minha lista para ler em breve.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *