22/06/2024 - Edição 540

Vale um Play

God Eater

Publicado em 20/05/2016 12:00 - Rafael Naruto

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

God Eater é um jogo de RPG de ação lançado para o antigo PSP Playstation Portable que fez um bom sucesso para o portátil. Na época eu me encontrava completamente entregue ao game, jogava em todas as minhas horas vagas e nos finais de semana eu não desgrudava do sofá. Por ser um portátil ele estava sempre comigo nas filas de banco, salas de espera dos consultórios e nas reuniões de amigos que também curtiam God Eater.

Com a continuação do game para o PS Vita, eu sabia que o mesmo iria acontecer. Foram dias, noites e horas de aventura contra os Aragamis que são criaturas gigantes que espalham o terror e o caos no mundo.

No game você cria o seu God Eater de acordo com várias características possíveis e assim ao avançar na história você começa uma etapa de customização e aprimoramentos de características e armas. Parece que a fórmula, criaturas gigantes, armas vivas, tiros, espadas e explosões deu tão certo que o anime do jogo foi criado.

Chamado também de God Eater o anime conta a história do primeiro game, com os mesmos personagens existentes no jogo, porém o nome do protagonista da trama é Lenka e ele se depara da mesma forma quando se inicia o jogo, ou seja, completamente inexperiente.

Curti demais acompanhar o desenho que apresenta uma trilha sonora muito semelhante ao jogo e tudo remete a uma sensação de nostalgia. God Eater fez um marco demais de importante na minha vida como gamer, tanto que foi do jogo a minha primeira tatuagem. Espero que todos possam conferir o anime e se tiverem oportunidade experimentem o jogo que vale muito a pena. Um grande abraço para todos e até semana que vem.

Leia outros artigos da coluna: Vale um Play

Victor Barone

Jornalista, professor, mestre em Comunicação pela UFMS.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *