19/05/2024 - Edição 540

Meia Pala Bas

De quem é a culpa?

Publicado em 27/06/2014 12:00 - Rodrigo Amém

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Demorou, mas finalmente o gigante acordou e percebeu quem foi que lhe aplicou o “Boa Noite, Cinderela” da história. O grande golpe contra a democracia foi finalmente desvendado e o povo, exposto à realidade, vai poder pular a cerca de seus currais eleitorais e alcançar provar o gosto libertador do esclarecimento: a culpa é do PT.

Não fosse pelo PT, as instituições governamentais funcionariam. Mas, graças aos tentáculos sindicais dos PeTralhas, estamos afogados em burocracia e impostos que sufocam o empresariado nosso guerreiro e patriota.

Se os mais ingênuos e/ou mal-intencionados dos nossos compatriotas não tivessem feito o equívoco de acreditar no PT, não teríamos a violência que vemos por aí: bandidos matando para ir pra cadeia receber bolsa-presídio e ficar de boa, ganhando mais de um salário mínimo pra ficar nas tetas do governo, como um aprendiz de militante. Foi também o PT que ensinou os miseráveis a venderem seus votos, ter filhos desregradamente em troca de bolsa-família e a bichar os muros, sujando as fachadas dos nossos mais belos empreendimentos. Não fosse o PT, gastaríamos menos com bolsas e mais com cadeiras elétricas.

O preço da liberdade é a vigilância constante. Especialmente daqueles que não usufruem dela.

Os esquerdistas retrógrados do PT destruíram nossas instituições morais e agora tem mulher pelada na TV o tempo todo. Instituíram a degradação dos nossos valores culturais e, agora, todo batuque que vem da favela é considerado música. Porque a militância petista nos impõe sua chatice “politicamente correta”, não temos mais a liberdade de expressão de usar o clássico “Eita potranca gostosa!” quando uma beldade passa por nós na rua. O PT corrompeu até nossas mulheres, que agora se ofendem com nossas espirituosas e inocentes cantadas.

Graças ao PT e sua política de desmoralização nacional, minha empregada doméstica engravidou aos 16, meu porteiro não sabe usar concordância verbal e tá cheio de crackudo dormindo na porta do meu escritório.

Foram os idealizadores do PT que incitaram a sociedade a pedir a interferência dos militares em 64.  Não fossem pelos nossos patriotas da caserna, esse país teria ido pro brejo muito antes. Se os miseráveis do nosso país não tem capacidade para perceber que estão sendo manipulados, cabe a nós, homens de bem, ficar alerta e manter os patriotas da caserna de sobreaviso. O preço da liberdade é a vigilância constante. Especialmente daqueles que não usufruem dela.

Leia outros artigos da coluna: Meia Pala Bas

Victor Barone

Jornalista, professor, mestre em Comunicação pela UFMS.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *