22/02/2024 - Edição 525

Campo Grande

TCE aponta problemas de estrutura e falhas no armazenamento de remédios em postos de saúde de Campo Grande

33 unidades foram vistoriadas em operação que ocorreu na quarta-feira

Publicado em 02/06/2023 9:36 - Rafaela Moreira – G1MS

Divulgação Medicamentos armazenados de forma irregular, em Campo Grande — Foto: Divulgação/ TCE

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-MS) fiscalizou, na quarta-feira (31), 33 unidades de saúde de Campo Grande com intuito de identificar possíveis problemas estruturais nos serviços de atenção primária. As principais falhas encontradas foram de infraestrutura e armazenamento de remédios.

Em uma coletiva, na manhã de quinta-feira (1º), o chefe da divisão da saúde do TCE-MS, Haroldo Oliveira Souza, informou que não tem data para a entrega do relatório final das fiscalizações.

Dentre os problemas apontados, que fazem pacientes da rede pública de saúde não conseguirem adquirir remédios de distribuição gratuita, está a falta de controle em relação ao estoque e falhas no armazenamento.

“O principal problema encontrado nas 33 unidades fiscalizadas foi de infraestrutura, desabastecimentos e também em relação aos medicamentos. A compra de medicamentos envolve bastante recurso público e vimos medicamentos em paredes mofadas, insumos no chão com normas sanitárias irregulares, além de medicamentos que precisavam de refrigeração, fora da geladeira”.

O trabalho de fiscalização foi feito por meio de questionário e registro fotográfico do funcionamento das unidades, recursos humanos, instalações e equipamentos; medicamentos e insumos, exames, imunização, assistência à gestante, resolubilidade, fluxo assistencial e informações em saúde.

“Com ações rápidas é possível solucionar os problemas de infraestrutura e estoque de medicamentos. O TCE vai apontar os problemas para o gestor solucionar as demandas e a expectativa é que aceitem os apontamentos. O objetivo da fiscalização é que as coisas funcionam”.

As informações serão consolidadas pela Divisão de Fiscalização da Saúde em um relatório, ainda sem previsão de entrega, para subsidiar possíveis correções e ajustes para garantir a melhoria no atendimento.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Uma resposta para “TCE aponta problemas de estrutura e falhas no armazenamento de remédios em postos de saúde de Campo Grande”

  1. Antônio Carlos Vaini disse:

    Concordo com está fiscalização,o dinheiro público da saúde está sendo jogado pelo ralo
    A saúde está um caus, nas moreninhas nem se fala,vereadores só visitam e não fazem nada a respeito
    Parabéns MPE E secretaria Estado da Saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *