25/07/2024 - Edição 550

Campo Grande

Projeto de intervenção na rotatória da Via Parque reduzirá congestionamento

Publicado em 01/05/2014 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Os congestionamentos têm sido uma constante no trânsito de Campo Grande e a busca de ações que visam minimizar os impactos negativos que esse fator gera para os cidadãos se tornou uma das prioridades dos gestores públicos nos últimos anos. Na Capital, um dos pontos de maior reclamação por parte dos motoristas é a rotatória da avenida Nely Martins (Via Parque) com avenida Mato Grosso, que em horários de pico chega a receber 20 mil veículos.

Na última semana a Prefeitura apresentou um projeto para o reordenamento viário naquele ponto. O investimento será de R$ 1,6 milhão, recurso oriundo de convênio entre a Prefeitura de Campo Grande e o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio do Detran-MS.

Para o prefeito Gilmar Olarte, a intervenção irá garantir maior fluidez do trânsito, até que uma obra de maior impacto seja executada no local. “A rotatória da Via Parque é hoje um dos maiores gargalos do trânsito em nossa cidade e a população espera, há anos, uma medida para minimizar os impactos que o congestionamento naquele ponto gera de maneira negativa na vida de cada um que precisa utilizar aquelas vias para transitar. A medida irá garantir uma redução de pelo menos 80% no congestionamento em horários de pico”, acredita o chefe do Executivo Municipal.

Mudanças

O projeto prevê a retirada da rotatória existente no cruzamento e a instalação de semáforo de três tempos. Outra alteração envolvendo a obra será a transformação da rua Antônio Maria Coelho em mão única, no sentido centro-bairro. Mais uma intervenção será a abertura de uma via que dará continuidade a rua Antonio Teodorowick (lateral do Hospital Miguel Couto), ligando a rua Antonio Maria Coelho com a avenida Mato Grosso.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *