13/04/2024 - Edição 540

Brasil

Cerca de 60% dos estudantes do segundo ano do ensino fundamental não estão alfabetizados

Apenas quatro em cada 10 são alfabetizados. Antes de Bolsonaro, eram seis

Publicado em 01/06/2023 9:45 - Abr

Divulgação Reprodução

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Apenas quatro em cada 10 estudantes até o segundo ano do ensino fundamental estão alfabetizados no Brasil. O dado é referente ao ano de 2021 e foi divulgado ontem (31) pelo ministro da Educação, Camilo Santana.

Antes do início da gestão de Jair Bolsonaro (PL), este indicador apontava para seis em cada dez crianças alfabetizadas. De acordo com o levantamento, 56,4% dos estudantes desta faixa etária não estavam alfabetizados e o restante (43,6%) foi considerado alfabetizado. Os dados são do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

Segundo o ministro, o governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT) agora corre para reverter o mau cenário. “São tristes os números do Brasil porque praticamente 60% das crianças brasileiras não se alfabetizam no final do segundo ano. (…) É algo que precisamos reverter. Isso gera evasão escolar, reprovação e abandono de escola. O Brasil perde milhões de crianças e jovens ao longo do ensino básico. Então, precisamos fechar a torneira disso”, disse Santana.

Ainda de acordo com Santana, o ministério trabalhou para garantir a transparência. A partir da análise da situação real, estes dados servirão de base para a construção de políticas públicas voltadas ao fortalecimento da educação básica. O levantamento Alfabetiza Brasil é de autoria do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação.

A pesquisa

A pesquisa ouviu 251 professores em 206 municípios do país entre os dias 15 e 23 de abril daquele ano. Então, pesquisadores de cinco estados (Pará, Pernambuco, São Paulo, Rio Grande do Sul e Distrito Federal) coletaram e consolidaram os dados.

Outra novidade da pesquisa é a definição de parâmetros para análise de desempenho dos estudantes. O MEC estabeleceu uma nota de corte em uma escala para unificar o entendimento nacional sobre os objetivos educacionais. Esta nota serve para indicar se o estudante do final do 2º ano do ensino fundamental domina um conjunto de habilidades básicas.

Próximos passos

Então, a partir destes indicadores, Santana adiantou que o presidente Lula planeja um programa dedicado à alfabetização de crianças no país. “Desde janeiro, estamos construindo uma grande pactuação nacional. O programa está pronto e o MEC vai apoiar técnica e financeiramente essa política.”

Ainda não é oficial, mas o programa poderá levar o nome de Pacton Nacional pela Alfabetização na Idade Certa. Para sua elaboração, o governo federal afirma que está em contato com secretários de Educação de estados e municípios, que terão papel ativo na construção das políticas públicas vindouras.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *