01/03/2024 - Edição 525

Ecologia

Mercedes-Benz venderá futura picape média no Brasil até 2020

Publicado em 28/04/2016 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Mercedes-Benz confirmou nesta semana que venderá no Brasil a sua futura picape, que é desenvolvida em parceria com a Nissan e será produzida na Argentina, até o final desta década, possivelmente entre 2018 e 2019.

A picape da Mercedes vai disputar o segmento médio, rivalizando com Chevrolet S10, Ford Ranger, Toyota Hilux, Nissan Frontier e Mitsubishi L200.

O anúncio foi feito por Wolfgang Bernhard, chefe global de caminhões e ônibus da Daimler, durante a celebração de 60 anos da marca no Brasil, em São Bernardo do Campo (SP).

A festa contou também com a entrada de um caminhão que anda sozinho, que foi apresentado pela primeira vez no Brasil.

De acordo com a fabricante, este tipo de veículo sem motorista pode reduzir as emissões de poluentes em 5%, além de otimizar todo o processo de logística, incluindo empresas de transporte e outros veículos. O modelo autônomo já é testado em estradas da Alemanha desde o ano passado.

A comemoração ocorre em um momento de crise do setor de carga no Brasil. De acordo com dados da Fenabrave, as vendas de caminhões recuaram 32% no primeiro trimestre, em relação ao mesmo período de 2015. Os emplacamentos de ônibus caíram quase pela metade, no mesmo tipo de comparação.

"Se o Brasil sofre, o povo sofre e a Mercedes bens caminhões sofre. Estamos todos na mesma situação. Nós não vamos ficar parados, veremos o que podemos fazer para seguir adiante", afirmou Stefan Buchner, chefe da divisão de caminhões da Mercedes-Benz.

A fábrica de São Bernardo do Campo, que produz caminhões, chassis de ônibus e agregados, está com alto índice de ociosidade. Mesmo assim, a empresa inaugurou em março uma nova linha de montagem para automóveis, em Iracemápolis (SP), para produzir o Classe C 180 e o utilitário GLA.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *