25/04/2024 - Edição 540

Campo Grande

Rui Barbosa e Zahran serão as primeiras vias com semáforos que terão ajuste de tempo on-line

Mudança vai dar maior fluidez ao tráfego, eliminar ou reduzir gargalos no trânsito nos horários de pico

Publicado em 17/10/2022 4:07 - Semana On

Divulgação PMCG

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Até o final do primeiro trimestre de 2023 os semáforos de 29 cruzamentos da Rui Barbosa e da Avenida Zahran, além de estarem funcionando de forma sincronizada (a onda verde), passarão também a ter ajuste on-line dos tempos, verde, vermelho e amarelo. Este ajuste, a partir da Central de Trânsito e Mobilidade Urbana, segundo os técnicos da Agetran, vai dar maior fluidez ao tráfego, eliminar ou reduzir gargalos no trânsito nos horários de pico do movimento ou em situações eventuais, como um acidente de trânsito, por exemplo, que obstrua a pista.

O ajuste on-line será possível com o funcionamento de 29 controladores e nobreaks, além de 58 câmeras de monitoramento. Na Zahran, os equipamentos já estão instalados e em fase de testes em 16 semáforos, abrangendo toda sua extensão, desde a confluência com a Joaquim Murtinho até a Avenida Calógeras.

Já na Rui Barbosa, que terá um corredor de transporte coletivo, entre as ruas Chile e a Avenida Mato Grosso, serão instalados 13 controladores e 43 câmeras, já em processo de aquisição, cobrindo toda a extensão da via (7,6 km) desde o viaduto da UFMS até a rotatória com a Avenida Rachid Neder. Em cada um dos cinco terminais de embarque de ônibus, estão previstas 3 câmeras.

Também receberá controlador de tempo e nobreak (que mantém os semáforos funcionando em caso de queda ou interrupção da energia), a rotatória da Rui Barbosa /Rachid Neder/14 de Julho.

O reordenamento da rotatória da Avenida Três Barras, em processo de licitação, prevê também estes equipamentos. Segundo o secretário municipal de Segurança e Defesa Social, Valério Azambuja, estas câmeras na Rui Barbosa se somarão as 80 já em funcionamento no centro, interligadas também ao Centro de Controle Operacional da Guarda Civil Metropolitana. “Além da ajudar na mobilidade urbana, também serão uma ferramenta da segurança pública”, explica.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *