01/03/2024 - Edição 525

Campo Grande

Prefeitura coloca mais de 400 guardas civis nas ruas para reforçar segurança neste fim de ano

O efetivo está atuando nas sete regiões da cidade desde o dia 7 de dezembro até 7 de janeiro de 2023

Publicado em 14/12/2022 11:14 - Semana On

Divulgação PMCG

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Com o objetivo de proporcionar uma maior segurança e como trabalho preventivo em razão das festividades de final de ano, com o Natal e o Ano Novo, a Prefeitura de Campo Grande realiza uma operação especial envolvendo 404 Guardas Civis Metropolitanos. O efetivo está atuando nas sete regiões da cidade desde o dia 7 de dezembro até 7 de janeiro de 2023.

“A Operação Natalina foi pensada devido a expectativa do grande fluxo de pessoas nas diversas regiões da Capital e, principalmente no Centro. Tradicionalmente as pessoas buscam o comércio visando as compras e recreação. Além da segurança das pessoas, a Gerência de Fiscalização de Trânsito realiza trabalho preventivo para garantir um trânsito seguro e ágil”, pontuou a prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes.

Além da presença física de GCMs, também são utilizadas câmeras de videomonitoramento, instaladas no quadrilátero central e ao longo de 1.700 metros da Rua 14 de Julho. A guarda civil conta com viaturas de duas e quatro rodas, em patrulhamento preventivo inclusive nos terminais, praças e logradouros. Os terminais receberão atenção especial da segurança pública, tendo em vista o grande número de pessoas que irão circular no mesmo período.

Segundo o secretário-adjunto da Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social (Sesdes), Anderson Gonzaga da Silva Assis, desde o dia 7 de dezembro, quando foi dado início a Operação Natalina, a circulação de pessoas no Centro da cidade teve um aumento de 20% já no primeiro final de semana. “O pagamento do 13º salário dos servidores municipais e trabalhadores das empresas privadas já trouxe as pessoas para o centro da cidade, principalmente no sábado e domingo”, explicou Assis.

A Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social (Sesdes), por intermédio da Superintendência do Comando da Guarda Civil Metropolitana (SCGC), fica responsável em proporcionar segurança das pessoas, com ponto base e rondas com emprego de logística, viaturas duas e quatro rodas (motos e veículos), micro-ônibus, monitoramento por câmeras e drones. As ações serão executadas em turno de 12 horas, iniciando às 10h até às 22h.

Com relação à logística, Superintendência do Comando da Guarda Civil Metropolitana empregará 42 viaturas, sendo duas e quatro rodas, 6 bicicletas, além de 1 micro-ônibus de base de apoio, no período previsto.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *