29/05/2024 - Edição 540

Campo Grande

Mutirão de atendimento para imigrantes e pessoas em situação de rua é realizado na UAIFA I

Com mais de 20 serviços, ação prossegue até quarta-feira

Publicado em 06/03/2023 10:19 - Semana On

Divulgação PMCG

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Unidade de Acolhimento Institucional para Adultos e Famílias I (UAIFA), localizada no Jardim Veraneio, sedia, a partir desta segunda-feira (06), uma ação inédita de atendimento às pessoas em situação de rua e imigrantes. Por meio de parceria entre a Prefeitura Municipal de Campo Grande e a Justiça Federal de MS, será realizada a primeira edição do Pop Rua Jud, evento que tem o objetivo de facilitar o acesso da população de rua a serviços dos órgãos que compõem o sistema judiciário e da rede pública municipal e estadual.

Com o apoio do Exército, já está sendo finalizada a montagem de toda a estrutura das tendas onde os mais de 20 serviços serão disponibilizados das 9 às 17 horas, até a próxima quarta-feira (08).

Segundo o comitê organizador, a estimativa é que a ação alcance cerca de 600 pessoas acolhidas na unidade e nas 11 comunidades terapêuticas cofinanciadas e parceiras da Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS), além dos imigrantes atendidos na Casa de Passagem Resgate, Centro POP e moradores em situação de rua que foram abordados pelo Serviço Especializado em Abordagem Social (SEAS) durante a semana e convidados a participar da ação. A expectativa é realizar mais de mil atendimentos durante os três dias.

De acordo com a superintendente da Proteção Social Especial da SAS, Tereza Cristina Miglioli Bauermeister, logo na entrada da UAIFA I haverá equipes da Assistência Social, Jurídica e demais órgãos e entidades parceiros realizando uma triagem e encaminhando as pessoas para os atendimentos necessários. Nas tendas, profissionais e técnicos irão oferecer serviços como regularização de documentos, cadastro único, vagas de trabalho, orientação jurídica, consulta a processos trabalhistas, orientações sobre saúde, vacinação, testagem rápida, atendimento odontológico, atendimentos na área da beleza e apresentações culturais organizadas pela Secretaria Municipal de Cultura (Sectur).

Todos os serviços serão oferecidos por meio de parceiras com a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social (Sesdes), Funsat, Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep), Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários (AMHASF), Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação (Agetec), Fundação Municipal de Esporte (Funesp), Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur), Subsecretaria de Defesa dos Direitos Humanos (SDHU), Agetran,  além de órgãos do governo do Estado, UFMS, Polícia Federal, Senai, Senac, entre outros.

O secretário José Mário Antunes falou sobre a importância das parcerias para a realização de um evento humanizado. “Essas pessoas em situação de rua tiveram o vínculo familiar quebrado e precisam do nosso carinho para recuperarem a dignidade”, pontuou.

A juíza Monique Marchioli Leite explicou que a primeira edição do Pop Rua Jud aconteceu em São Paulo, atendendo à Resolução do Conselho Nacional de Justiça, que instituiu a Política Nacional Judicial de Atenção a Pessoas em Situação de Rua e suas interseccionalidades. O ato normativo prevê que os tribunais devem observar as medidas administrativas de inclusão, como a manutenção de equipe especializada de atendimento, preferencialmente multidisciplinar, em suas unidades.

“É um evento que exige um entrosamento perfeito entre os envolvidos e uma organização bem estruturada. Em São Paulo, vimos que as pessoas se sentiram acolhidas e houve um comparecimento expressivo, por isso é fundamental o apoio da SAS”, pontuou a juíza.

Inauguração

Além da abertura da ação, na segunda-feira, a Funesp vai inaugurar na UAIFA I, um espaço onde já foram instalados aparelhos do projeto da Academia ao Ar Livre, do Programa Movimenta Campo Grande, que visa promover a saúde e o lazer, com perspectivas de qualidade de vida coletiva.

A unidade foi contemplada com aparelhos, como: multiexercitador, simulador de caminhada duplo, sky duplo, placa orientativa, máquina abdominal, simulador de cavalgada duplo, supino, rotação duplo vertical e rotação vertical com duplo diagonal. Ao todo a Fundação implantou e administra um total de 65 academias que estão espalhadas pelas setes regiões de Campo Grande.

“A entrega destes aparelhos proporciona à comunidade a prática de atividades físicas para que possam ter mais qualidade de vida. Nos aparelhos é possível fazer vários movimentos que  são estímulos para ter uma vida saudável”, explicou Odair Serrano, diretor presidente da Funesp.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *