13/06/2024 - Edição 540

Campo Grande

Com mais de 14 mil casos de gripe, saúde de Campo Grande faz alerta: veja as recomendações

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a síndrome respiratória aguda grave acometeu cerca de 1,4 mil pessoal na capital

Publicado em 27/05/2024 10:57 - G1MS

Divulgação Agência Brasil

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Com 14.037 mil casos confirmados de síndrome gripal, a Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande (Sesau) faz alerta para os cuidados necessários e a importância da vacinação. Os principais sintomas são tosse, coriza, dor de garganta e cabeça, e febre.

No caso da síndrome respiratória aguda grave (SRAG), o paciente pode sentir dificuldade e desconforto para respirar, dor persistente no peito, saturação de oxigênio abaixo de 95% e coloração azulada nos lábios e no rosto.

De acordo com a secretaria de Saúde, Rosana Leite, as amostras dos enfermos são recolhidas para a confirmação dos vírus, e quais estão em maior circulação na capital. “Esses vírus passam por mutações e causam situações com maior virulência, maior gravidade para a população”, explica Leite.

Ainda conforme a Sesau, dos 1,4 mil casos de SRAG, 234 foram de Vírus Sincicial Respiratório (VSR), 181 de influenza e 172 de COVID. A secretária detalha que a maioria dos casos graves de síndrome respiratória aguda foram em crianças de até um ano. O agente infeccioso é uma das principais causas de bronquiolite nos bebês e crianças pequenas, causando infecção nos canais respiratórios dos pulmões, podendo causar pneumonia.

“O risco dos vírus respiratórios é sempre maior para crianças, principalmente as abaixo de dois anos, e os idosos que podem, estes, evoluir com quadros graves, exigindo uma assistência ventilatória e hospitalização”, disse Veruska Lahdo, superintendente do centro de vigilância da Sesau.

Plantão de vacinação

A vacina contra influenza, disponível para toda a população acima dos 6 meses de idade, protege contra os subtipos H1N1, H3N2 influenza B (victória). No plantão do fim de semana, todas as vacinas do calendário estarão disponíveis, incluindo a gripe e covid-19.

Diariamente, é possível conferir o calendário de vacinação neste site.

Recomendações

A Sesau explica que para prevenir estes agentes patológicos, o ideal é lavar as mãos com frequência, evitar o contato com pessoas doente e limpar as superfícies contaminadas.

Além da higienização, recomendação da superintendente da Sesau, é que as mães evitem expor os recém-nascidos em menos de seis meses, devido ao desenvolvimento do sistema imunológico.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *