22/04/2024 - Edição 540

Campo Grande

Campanha Imposto de Renda Solidário incentiva destinação de parte destes recursos para projetos sociais na capital

Objetivo é fomentar projetos que ajudam crianças, adolescentes e idosos

Publicado em 16/03/2023 10:02 - Semana On

Divulgação PMCG

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da Secretaria Municipal de Finanças e Planejamento (Sefin), apresentou aos servidores públicos municipais da Capital a campanha “Imposto de Renda Solidário”. O objetivo é fomentar a destinação de parte do imposto de renda para projetos sociais que ajudam crianças, adolescentes e idosos.

“Nós queremos divulgar ao máximo essa iniciativa, que traz uma nova perspectiva para as entidades que assistem crianças, adolescentes e também os nossos idosos, por meio dos cidadãos que fazem suas declarações, todos os anos”, ressalta a prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes.

O evento de lançamento foi realizado na quarta-feira (15), no Teatro José Octavio Guizzo, no Paço Municipal e contou com a presença do delegado titular da Delegacia da Receita Federal em Campo Grande, Clovis Ribeiro Cintra Neto, que destacou a importância da parceria com o município.

“A adesão da Prefeitura de Campo Grande a nossa campanha tem um significado muito grande. É a Capital do Estado, onde vivem mais de 900 mil pessoas. Dos contribuintes do imposto de renda, a maioria está aqui. Existe um potencial no Estado de Mato Grosso do Sul de nós arrecadarmos algo em torno de R$ 144 milhões, em 2022, no entanto,  pouco mais de R$ 7,5 milhões foram destinados, algo em torno de 2,5% . Tem muito recurso ainda que pode ser destinado”, lembra o delegado da Receita Federal.

A possibilidade de fazer a destinação de parte do imposto por esse meio existe desde 2012 para o Fundo da Criança e do Adolescente e desde 2020 para o Fundo do Idoso. O contribuinte pode destinar até 6% do imposto a restituir ou a pagar.

Em 2022, segundo a Receita Federal, as destinações por meio da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) atingiram R$ 7,52 milhões em Mato Grosso do Sul, valor 34,8% maior em relação a 2021. A Receita também registrou crescimento no número de contribuintes que fizeram destinações, que saltou de 2.515 para 3.332 no mesmo período.

“Quanto mais empresas aderirem ao Imposto de Renda Solidário, menos essas instituições sérias, que prestam serviços de extrema relevância para a sociedade, dependerão de emendas de deputados, de vereadores e da própria prefeitura. E não custa nada pra ninguém, não vai mudar nada para o contribuinte, mas fará toda a diferença na vida daqueles que são beneficiados por esses recursos”, frisa Marcia Helena Hokama, Secretária Municipal de Finanças e Planejamento.

O prazo para realizar a entrega declaração do IR – Ano base 2022, começou hoje, às 7 horas e termina em 31 de maio de 2023. Até às 17 horas do primeiro dia, a Receita Federal recebeu 15.630 declarações de todo o Mato Grosso do Sul. A expectativa é que 552 mil pessoas prestem contas no Estado em 2023, volume 7,6% maior em relação a 2022, quando 513 mil contribuintes fizeram a declaração.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *