22/05/2024 - Edição 540

Campo Grande

Árvore Digital promoverá solução sustentável para acesso à internet em praças e parques de Campo Grande

Publicado em 04/09/2018 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Campo Grande é uma cidade que tem o reconhecimento nacional de ser uma capital arborizada, e a partir de outubro passará a contar também com “árvores digitais”. No último dia 31,foi assinado o edital de chamamento público que buscará empresas interessadas em participar na estruturação de um protótipo de árvore digital a ser instalado em praças e parques da cidade.

Elaborado pela Agência Municipal de Tecnologia da Informação – AGETEC, em parceria com a Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano – PLANURB, o documento prevê que qualquer pessoa jurídica constituída no Brasil, seja de direito público ou privado, poderá participar do chamamento público, sendo necessário apenas submeter a proposta nos critérios estabelecidos no edital. Para análise das propostas serão avaliados critérios de viabilidade técnica e econômica, clareza e coerência da proposta, ineditismo e grau de inovação, impacto urbanístico e uso de espaços públicos.

A ideia é que o projeto tenha a capacidade de captar energia solar para recarregar aparelhos eletrônicos, como celulares, e servirá como um replicador de internet wi-fi no local em que estiver instalada. Cidades como Paris, Bruxelas, Hong Kong e Lisboa já tem as suas árvores tecnológicas. No Brasil a iniciativa já vem sendo discutida e implantada em alguns municípios, principalmente nos estados do Paraná, São Paulo e Minas Gerais.

“Buscando ideias que envolvam tecnologia sustentável com disponibilização de energia limpa, decidimos lançar esse desafio para trazer ao nosso município projetos inovadores”, disse o Diretor-Presidente da Agetec, Paulo Fernando Garcia Cardoso.

“A Planurb foi nossa parceira no projeto desde a ideia até a elaboração do documento, e por esse motivo tenho certeza que a tecnologia, a sustentabilidade e o respeito ao meio ambiente estarão garantidos”, enfatiza Paulo.

Mais do que uma iniciativa tecnológica para aumentar a capacidade de oferta gratuita de internet, o projeto visa a sustentabilidade ambiental ao utilizar a energia solar como sua fonte de energia. Dessa forma, a Administração Pública Municipal demonstra sensibilidade para a sustentabilidade ambiental do município, através da tecnologia, facilitando o acesso universal à internet e oferecendo energia limpa para carregar vários dispositivos.

A previsão de início de abertura de propostas para o chamamento público será no mês de setembro e a avaliação ocorrerá logo em seguida, conforme sejam encaminhados projetos. Segundo as Pastas envolvidas, se apresentados projetos inovadores que atendam os requisitos propostos no edital, a previsão de instalação da primeira “árvore” será em outubro desse ano, em locais que serão definidos conforme as características dos modelos apresentados.

A assinatura fez parte dos comemorativos do aniversário de Campo Grande.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *