22/02/2024 - Edição 525

Campo Grande

Após denúncia de cortes em salários de diretores e adjuntos Marquinhos recua e vai devolver os 30%

Publicado em 06/07/2017 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Após a repercussão negativa junto à opinião pública depois de matéria publicada com exclusividade pelo jornalista Nélio Brandão, o prefeito MarquinhosTrad (PSC) decidiu recuar e devolver, em folha adicional, os 30% cortados dos salários dos 262 diretores e adjuntos das escolas da Reme (Rede Municipal de Ensino) e dos Ceinfs (Centros de Educação Infantil).

Os profissionais descobriram, na noite de terça-feira (4) e manhã de quarta-feira (5), a redução nos salários decidida pelo prefeito sem aviso prévio, pegando todos de surpresa. Muitos dos atingidos pensaram até em entregar os cargos, pois, com o corte, a nova remuneração não compensaria o sacrifício que é comandar uma escola ou um Ceinf sem a mínima infraestrutura necessária e muito menos guardas patrimoniais, além da falta de merenda, de uniformes e de material escolar.

No entanto, após a publicação do a reportagem de Nélio Brandão, o prefeito, que estava em Brasília (DF), mandou chamar a secretária municipal de Educação, Ilza Mateus, à Prefeitura para que, com a equipe técnica, revessem a decisão equivocada tomada por ele. O resultado da conversa foi que os 30% tirados dos salários dos diretores serão devolvidos em folha adicional que deve ser paga nos próximos dias, sendo que as próximas folhas não terão mais o desconto. O recuo do prefeito deixou de prejudicar quase 300 profissionais.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *