22/04/2024 - Edição 540

Campo Grande

Apesar de cinco ecopontos, Prefeitura recolhe por dia cerca de 7 toneladas de lixo das ruas

Grande parte dos resíduos poderia ser reciclada e destinada de maneira correta, evitando poluição visual e entupimento dos bueiros

Publicado em 19/05/2023 9:29 - Semana On

Divulgação PMCG

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Prefeitura tem recolhido diariamente cerca de 7 toneladas de lixo das ruas e terrenos de Campo Grande. Os resíduos, que poderiam ser destinados a qualquer um dos cincos ecopontos disponibilizados à população nas setes regiões da Capital, estão sendo descartados em locais irregulares.

De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep), grande parte do material recolhido poderia ser reciclada e destinada de maneira correta, evitando poluição visual e entupimento dos bueiros, problema revelado nas épocas das chuvas.

“Nós realizamos esse serviço de forma massiva, mas é preciso que a população crie esse hábito de separação do lixo orgânico do reciclável e também da correta destinação. O lixo na rua, além de causar poluição visual e entupimento dos bueiros porque a chuva arrasta esse material até que ele entupa tudo, também atrai vetores de doenças como ratos ou mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika vírus”, relata o secretário da Sisep, Domingos Sahib Neto.

Os Ecopontos de Campo Grande podem ser encontrados nos seguintes locais: Bairro Panamá, na Rua Sagarana com Avenida José Barbosa Hugo Rodrigues; no Noroeste, na Rua Piraputanga, esquina com Rua Guarulhos; No Nova Lima, na Rua Pacajus, 194; no Bairro União, na Avenida Roseira e, por fim, na Moreninhas, na Rua Copaíba.

Esses locais recebem recicláveis como metais, plástico, vidro, papel e papelão, além de resíduos gerados em construções, demolições e pequenas reformas, volumosos (mobílias, sucatas, sofás, geladeiras, guarda-roupas, madeiras) e resíduos provenientes de poda de árvores. O acesso aos ecopontos é gratuito e a entrega é voluntária. O limite de descarte diário é de um metro cúbico por usuário. O horário de funcionamento é de segunda a sábado das 8h às 18h.

A Sisep ressalta ainda que a população pode acionar a Guarda Civil Metropolitana (GCM) por meio do telefone 153, para denunciar o descarte irregular e o autor seja autuado em flagrante. Outro canal disponível é o Fala CG no 156.

A população pode também usar os serviços da coleta seletiva para os recicláveis. O cronograma e os locais por onde esse serviço é oferecido pode ser consultado no quadro abaixo:


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *