13/06/2024 - Edição 540

Campo Grande

Adriane Lopes está entre os piores gestores das Capitais brasileiras

Pesquisa do Instituto AtlasIntel mostra que ela só não está pior do que os prefeitos de Teresina e Belém

Publicado em 03/06/2024 9:22 - VoxMS

Divulgação

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Levantamento realizado pelo Instituto AtlasIntel mostra a prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes (PP), entre as mais mal avaliadas pela população dentre os gestores das Capitais brasileiras.

Ela aparece com magros 21% de aprovação e robustos 64% de desaprovação. Dentre os entrevistados, 15% não souberam responder. Adriane Lopes está melhor avaliada do que apenas três outros prefeitos, João Pessoa Leal, de Teresina (PI), e Edmilson Rodrigues, de Belém (PA).

Pesquisa inédita

Essa foi a primeira vez que a AtlasIntel realiza o ranqueamento de aprovação dos prefeitos de capitais de estados brasileiros. João Campos, o prefeito de Recife liderou o ranking de 2023 com uma taxa de aprovação de 81%, em empate técnico com os prefeitos de Boa Vista, Manaus, e Macapá.

Foram coletados 14295 questionários em todo o território nacional entre 18 e 31 de dezembro.

Causas

O levantamento do Instituto AtlasIntel, que derruba índices favoráveis à Adriane Lopes apresentados por outras empresas de pesquisa, é reflexo da política de dar maior atenção aos bairros nobres e ao centro de Campo Grande, ao mesmo tempo em que a prefeita abandona a periferia da cidade.

Moradores reclamam constantemente das ruas sem asfalto, da lama no atual período de chuva, e da crise que afeta a Saúde pública desde que ao lado de Marquinhos Trad (PSD) ela assumiu a gestão da prefeitura.

O desequilíbrio fiscal das contas da prefeitura, que Adriane Lopes tenta reverter cortando direitos dos servidores concursados e criando vantagens salariais aos comissionados, também vêm minando a sua popularidade junto ao funcionalismo.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *