21/04/2024 - Edição 540

Mato Grosso do Sul

Tecnologia auxilia no planejamento dos cardápios da alimentação nas escolas estaduais de MS

Mais de 2 milhões de merendas são servidas por mês nas escolas estaduais

Publicado em 18/03/2024 9:34 - Semana On

Divulgação Gov MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Com um orçamento de aproximadamente R$ 63 milhões para o ano de 2024 destinado para a aquisição de gêneros alimentícios no atendimento da alimentação escolar dos estudantes da REE (Rede Estadual de Ensino), as unidades escolares contam com o apoio de nutricionistas da SED (Secretaria de Estado de Educação), por intermédio da Coale (Coordenadoria de Alimentação Escolar), e também com o suporte de um software que auxilia no planejamento dos cardápios.

O Cheff Escolar, programa desenvolvido junto com nutricionistas da SED, auxilia os gestores escolares na escolha dos cardápios das refeições oferecidas nas escolas da REE.

Segundo Jackeline Veras de Souza, coordenadora da Coale, cada escola tem acesso ao sistema e escolhe, dentre as sugestões de cardápios disponíveis, aquele que melhor se adequa às características da unidade escolar, como escolas indígenas e unidades que ofertam a Educação em Tempo Integral.

“Os nutricionistas planejam os cardápios levando em consideração valores nutricionais necessários nas refeições e, a partir daí, é planejado o cardápio para atendimento do semestre”, explica Jackeline.

A coordenadora explicou que, ao longo do ano, são realizadas visitas técnicas dos nutricionistas e conselheiros da alimentação escolar para acompanhar e orientar sobre a execução do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) nas escolas.

No ato da aquisição dos gêneros é importante destacar o percentual a ser utilizado nas escolas. O recurso destinado à alimentação escolar conta com um montante específico de no mínimo 30%, que deve ser utilizado na aquisição de produtos provenientes da Agricultura Familiar.

O sistema Cheff Escolar, além de auxiliar os gestores no planejamento de cardápio, ainda ajuda na lista de compras, nos processos licitatórios (chamada pública e pregão presencial), bem como na prestação de contas.

“A alimentação escolar é primordial para que os estudantes possam aprender melhor e ter um desempenho escolar mais satisfatório, assim como uma boa infraestrutura e profissionais capacitados para o atendimento dos alunos”, finaliza Jackeline.

Mais de 2 milhões de merendas são servidas por mês nas escolas estaduais

Considerado o “maior restaurante do Estado”, a Rede Estadual de Ensino oferece mais de 2 milhões de merendas por mês aos alunos das 348 escolas da rede pública. São refeições que contribuem diretamente no aprendizado do estudante, que dispõe de alimentação de qualidade, equilibrada e preparada para atender necessidades nutricionais.

Para que este alimento chegue na mão do aluno vários profissionais se esforçam e se dedicam diariamente neste trabalho, que envolve um planejamento de nutricionistas, um programa específico da SED (Secretaria Estadual de Educação) o “Cheff Escolar”, que ajuda as escolas a definirem os cardápios semanais, os procedimentos para compra dos produtos e por fim a prestação de contas. Um sistema que na ponta agrada ao aluno e comunidade escolar.

Na Rede Estadual cada escola tem autonomia para promover sua licitação, comprar os produtos e definir sua merenda de cada dia. Elas recebem os recursos de acordo com o número de alunos da unidade, sendo que nas escolas de tempo integral são oferecidos o café da manhã, almoço e lanche da tarde.

Alunos da Escola Maria Constança Barros Machado na hora da merenda escolar (Foto: Bruno Rezende)

No programa “Cheff Escolar” o diretor da escola tem várias opções de cardápio para se ele adaptar a sua unidade. “Todos têm o sistema à disposição e possuem autonomia para definirem seus cardápios. As opções são elaboradas pensando no equilíbrio nutricional dos estudantes, por nutricionistas e pessoas preparadas para função”, explicou Jackeline de Souza, coordenadora da Coale (Coordenadoria de Alimentação Escolar) da SED.

Ela explicou que por meio do programa o diretor além de planejar seu cardápio, também tem orientação sobre a parte burocrática como chamadas públicas, licitações e também tem espaço para prestação de contas. Um processo que pensa na qualidade do alimento que vai chegar ao aluno.

Cardápio variado e boa alimentação

Na Escola Estadual Neyder Suelly, que fica no bairro Aero Rancho, em Campo Grande, os 285 alunos têm à disposição café da manhã, almoço e lanche da tarde. Localizada na periferia da cidade, a unidade oferece cardápios de qualidade, variados e reforçados para atender estudantes que muitas vezes não tem a alimentação regular e suficiente em casa.

“Sempre buscamos atender a necessidades nutricionais básicas dos alunos, com cardápio balanceado. Aqui é uma escola em tempo integral na periferia, tem alunos que não tem a alimentação que oferecemos na escola em sua casa. De vez em quando conseguimos até dispor de uma lasanha e feijoada”, contou diretor da escola, Márcio Wagner.

Ele destacou que segue a orientação do programa “Cheff Escolar” inclusive para montar a lista de compras e os cardápios diários. “Ajuda e facilita muito nosso planejamento para as merendas. Também temos que nos organizar com o recurso enviado para não faltar e ter boa alimentação para eles”.

Outra meta alcança na escola é o uso de 30% dos recursos para comprar produtos da agricultura familiar. “Nós conseguimos atender este requisito e hoje na agricultura familiar dispomos de muitos produtos como peixes, pão caseiro e bebidas lácteas, além das frutas e verduras. A prioridade são os da Capital, mas se faltar algum item posso comprar de cidades vizinhas”, explicou.

Carinho e dedicação

Com os produtos adquiridos chega a hora do preparo. Neste momento a tarefa fica os merendeiros que são concursados e contratados nas escolas estaduais. Eles são fixos nas unidades, só trocando quando a necessidade de repor em algum local que está faltando. O contato com os alunos e o preparo com carinho e dedicação dão o tempero final.

“Aqui estamos divididos em duas turmas, a primeira já chega as 6h30 para começar a fazer o café da manhã, depois já inicia o preparo do almoço. Fazemos um café bem reforçado, até porque os alunos ficam aqui o dia inteiro. Fazemos isto com orgulho e carinho”, contou Andreia Oliveira da Costa, que trabalha como merendeira há 7 anos no Neyder Suelly.

Ela destaca que a merenda é um dos momentos preferidos dos alunos. “Muita satisfação fazer parte da saúde e alimentação deles, muitos alunos são carentes e aqui fazemos e servimos com muita dedicação. Todo dia tem um cardápio variado, eles sempre pedem muito lasanha, bobó de galinha e estrogonofe. A dispensa aqui é cheia e fico feliz que não falta nada”.

O estudante Caleb Viana Souza, de 16 anos, elogiou a alimentação servida no Neyder Suelly. “A merenda é boa e satisfatória, o pessoal da escola faz um esforço e o possível com o que tem disponível. Ninguém aqui fica com fome, come o que você quiser e eles oferecem várias opções, variando ao longo das semanas – das refeições que já tive o que mais gostava eram lasanhas”. Ele revelou que no Dia da Consciência Negra o diretor foi para cozinha para ajudar na preparação da feijoada.

João Vinicius, que está no 2° ano do Ensino Médio, também seguiu o mesmo discurso. “É uma merenda bem gostosa, tem uma diversidade boa de opções, eu gosto muito por exemplo de estrogonofe de frango. Estudamos aqui o dia inteiro, não é tão cansativo como parece. A escola tem variado nos lanches, como iogurte, pão, e sempre traz coisas a mais”.

Para o diretor da Escola Estadual Maria Constança de Barros Machado, Reinaldo José Schmidit, o foco é o bom atendimento aos estudantes. “Nós oferecemos uma merenda de qualidade, muito bem preparada pelos funcionários, atendendo muito bem os estudantes. Nossos cardápios são definidos com a orientação de nutricionistas da SED”.

O governador Eduardo Riedel tem a educação como prioridade da sua gestão, por entender que ela é o princípio para formar bons cidadãos e contribuir para geração de grandes profissionais em diferentes setores. Para ele o aprendizado de qualidade, estrutura moderna e boas condições aos alunos são essenciais.

“Tudo isto passa por uma merenda de qualidade aos alunos, principalmente nas escolas em tempo integral, em que eles ficam o dia inteiro nas escolas. Também temos o compromisso de reformar todas as unidades, melhorar as estruturas, levar segurança e boas condições aos profissionais e estudantes”, disse Riedel.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *