21/04/2024 - Edição 540

Mato Grosso do Sul

Semana On apoia ação do Sleeping Giants para bloquear anúncios em sites de desinformação

Ferramenta bloqueia anúncios publicitários em portais que comprovadamente divulgam desinformação

Publicado em 04/05/2023 9:21 - Semana On

Divulgação

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A revista Semana On apoia a ação do Sleeping Giants Brasil que labçou nesta semana o Money Blocker, extensão para o Google Chrome que bloqueia anúncios publicitários em portais que comprovadamente divulgam desinformação. Com o bloqueio dos anúncios, sites não confiáveis deixam de faturar com as chamadas fake news.

O Money Blocker funciona como um plug-in e pode ser instalado no computador do usuário. Depois que você instalá-lo, ao acessar um site que comprovadamente propague desinformação, o banner do patrocinador será bloqueado no seu navegador. No lugar, aparecerá um quadro vermelho, com um convite para você acessar páginas de jornalismo confiável. Clique na mensagem e seja redirecionado automaticamente para sites confiáveis.

O seu clique vale dinheiro. Não dê ele para sites duvidosos. Com isso, o Money Blocker auxilia o leitor a não gerar receita para portais não confiáveis. Nesta primeira etapa, também participam do projeto o Congresso em Foco, Revista AzMina, a Amazônia Real, a Ponte Jornalismo e o Fiquem Sabendo. Outros veículos de comunicação reconhecidos como divulgadores de informação verídicas também poderão se integrar ao projeto.

O Money Blocker está disponível somente para o Google Chrome e foi criado pela agência Publicis Toronto e desenvolvido pela produtora 20Dash.

Para baixar o Money Blocker, acesse aqui.

O Sleeping Giants Brasil é um movimento de ativistas digitais que atua no combate à propagação de discurso de ódio e fake news. Desde 2020, suas campanhas já fizeram sites não confiáveis perderem mais de R$ 62 milhões em publicidade. Entre os alvos, veículos que disseminam informações falsas sobre a vacina contra a covid-19 e o processo eleitoral.

 


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *