29/02/2024 - Edição 525

Mato Grosso do Sul

Saúde recebe 60% dos recursos das emendas parlamentares

Publicado em 17/06/2016 12:00 -

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Os repasses das emendas parlamentares assinados nesta semana pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) tiveram 60% do seu total destinado à saúde, área considerada prioritária pelo Governo de Mato Grosso do Sul. O percentual passou de 50% para 60%, assim como o valor das emendas, que passou de R$ 1 milhão para R$ 1,5 milhão por parlamentar.

“Esse aumento no valor das emendas e na porcentagem é realmente muito importante para a saúde que é prioridade absoluta do Governo. Esses recursos foram discutidos com os deputados estaduais junto com a gestão do executivo, ou seja, não são emendas eventualmente decididas pelos deputados, e sim um trabalho conjunto para a reestruturação do sistema de saúde em Mato Grosso do Sul. Não tenho dúvida de que vamos ter um resultado bastante positivo na assistência de saúde do Estado”, disse o secretário de Estado de Saúde, Nelson Tavares.

Segundo o governador Reinaldo Azambuja, a prioridade do Governo do Estado é atender as demandas da sociedade e os repasses das emendas mostram a vontade política e a parceria do executivo com o legislativo. “Em período de crise nosso objetivo é fazer um governo criativo que atenda as demandas maiores da sociedade e isso mostra a nossa vontade política em atender pessoas, comunidades, municípios e entidades. Sou muito agradecido a vocês [entidades sociais] que cobrem uma lacuna importante que é o voluntariado, pois muitas vezes nós do poder público não conseguimos cobrir. Tem questões que são feitas de gestos e outras de ações concretas, e sem dúvida, hoje trata-se da concretização de uma questão”, disse.

Os repasses das emendas são provenientes do Fundo de Investimento Social (FIS) e este ano com o aumento de R$ 1,5 milhão por deputado estadual, o montante chegou a R$ 38,5 milhões sendo R$ 22,6 milhões para a saúde. Dos 24 parlamentares, 20 destinaram de forma coletiva, o total de R$ 1,8 milhões para atender a rede hospitalar da Capital.

Este ano ao todo foram 1130 indicações que beneficiarão 79 municípios e mais de 600 entidades da saúde, educação e assistência social.

Entidades

Com 40% do total dos recursos das emendas parlamentares destinados à educação e assistência social, entidades e prefeituras assinaram convênios que liberam esses valores. São R$ 14,4 milhões em recursos liberados pelo Governo do Estado, via deputados estaduais, que vão contribuir com melhorias para a população sul-mato-grossense. Uma das entidades beneficiadas com esses recursos é o Lar do Idoso Vicente Marques de Queiroz, de Aparecida do Taboado.

Lá vivem atualmente cerca de 40 idosos que necessitam de atenção e cuidados especiais diariamente. Neste ano, a entidade vai receber uma emenda de R$ 40 mil que será destinada a aquisição de materiais permanente (cama, fogão, geladeira) e de consumo (roupas de cama e uniformes).

De acordo com a assistente social do Lar do Idoso, Renata Fernandes, esses recursos destinados pelo Governo conseguem suprir necessidades que a entidade não teria condições de arcar devido aos custos mensais existentes. “Nós recebemos essa emenda com muita alegria, principalmente pelo fato delas nos ajudarem a comprar esses materiais necessários aos idosos”, afirmou.

Outra entidade beneficiada com emenda parlamentar é a Escola Estadual Adilson Alves da Silva, de Bataguassu. Lá serão investidos R$ 50 mil na compra de equipamentos de ar condicionado para as 15 salas de aula da escola.

A diretora-adjunta, Mirian Leiko Zanardi, destaca que os 1,5 mil alunos serão beneficiados, e esses aparelhos vão contribuir inclusive para a melhora da qualidade do ensino e aprendizado na escola. “São melhorias que o Governo está proporcionando para a comunidade escolar. Nossos alunos e professores sofrem muito com o calor típico da região, e agora terão um pouco mais de conforto durante o momento da aprendizagem”, disse a diretora.

Agricultura familiar

A Cooperativa dos Produtores do Assentamento Itamaraty (Cooperai), em Ponta Porã, também é uma entidade beneficiada com os recursos de emendas parlamentares.

Serão R$ 158 mil em recursos destinados à cooperativa formada por um grupo de 30 mulheres que trabalham no cultivo de hortaliças e tubérculos. De acordo com o representante da Cooperativa, Antônio Coilhete de Melo, esse dinheiro liberado pelo Governo do Estado vai contribuir com o projeto para o aumento da produção desses alimentos por parte a entidade.

Hoje são produzidas cerca de 30 toneladas de produtos como batata, beterraba, batata doce, cebola, alface, abóbora, entre outros, que atendem as escolas municipais e estaduais da cidade, através do Programa de Aquisição de Alimentos. “Hoje temos a capacidade de atender Ponta Porã e Aral Moreira, e queremos expandir nossa produção para Dourados e Antônio João”, afirmou o representante da Cooperativa.

Cultura

Outra entidade beneficiada com recursos de emendas parlamentares será a Associação Cristã Pais e Filhos, que atua na Capital dentro do Instituto Penal e na comunidade do bairro Mário Covas e proximidades.

Para a representante da associação, Edna dos Santos, os recursos das emendas parlamentares vão contribuir para a compra de equipamentos de música utilizados no projeto social desenvolvido pela entidade. “Com esses R$ 40 mil, nós vamos adquirir instrumentos para aula de música, como violão, baixo, contrabaixo, teclado, guitarra, que vão servir para ajudar a melhorar a vida dos 150 internos do instituto penal e as 250 pessoas da comunidade dos bairros que atuamos”, garantiu.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *