23/04/2024 - Edição 540

Mato Grosso do Sul

Riedel: ‘Já conseguimos prospectar R$ 59 bilhões em investimentos privados’

Câmara Americana de Comércio discute os pilares do programa do Governo do Estado: inclusivo, digital, próspero e verde

Publicado em 23/05/2023 9:30 - Semana On

Divulgação Gov MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Com o objetivo de dar continuidade e aprofundar a cooperação entre o setor empresarial e o governo, a Amcham de Campo Grande- Câmara Americana de Comércio para o Brasil – promoveu na noite de segunda-feira (22) um encontro de seus integrantes com o governador Eduardo Riedel, acompanhado do secretário Jaime Verruck, da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação. Na pauta da reunião, foram discutidos temas acerca do desenvolvimento do Estado como sustentabilidade, atração de novos negócios, formação de mão-de-obra e a Rota Bioceânica.

Em sua palestra, o governador destacou as oportunidades e as principais ações que estão sendo adotadas para garantir o desenvolvimento do Mato Grosso do Sul. “Todos os pilares têm como pano de fundo a economia, com uma visão de futuro. Já conseguimos prospectar R$ 59 bilhões em investimentos privados”, salientou.

Entre as iniciativas, o chefe do executivo estadual afirmou que a meta é chegar até o final do seu mandato com 100% das escolas em tempo integral.

Riedel lembrou do Programa Estadual de Qualificação Profissional para Motoristas de Veículos de Carga e de Ônibus – Voucher Transportador. Ao grupo de executivos das maiores empresas instaladas em Mato Grosso do Sul, o governador disse que a iniciativa vai beneficiar mil motoristas com qualificação e custeio da habilitação “D” e “E”.

Outro ponto de destaque na palestra, foi com relação a universalização do saneamento básico. O governador garantiu que o Estado deve alcançar a meta antes mesmo da data estabelecida pelo Marco Legal do Saneamento Básico .

Segundo ele, um dos grandes desafios para a próxima década será a transição do uso da ocupação do solo. “A industrialização do Estado é uma ação permanente, com volume de investimentos robustos, com a oportunidade do agronegócio se industrializar, em uma potência agroalimentar. Será um desafio para o Brasil alimentar um planeta com 9 bilhões de pessoas em 2050”, classificou.

Ao abordar o tema fiscal, Riedel acredita que a Reforma Tributária pode atrair mais investimentos no País e que novos modelos de Parcerias Público Privadas podem incrementar os modais do Estado.

A descarbonização também foi assunto do debate. Novas tecnologias estão sendo implantadas no Estado para diversificar a matriz energética como a instalação de usinas fotovoltaicas.

A Rota Bioceânica foi um dos últimas temas apresentados. Para o governador, a rota cria grandes possibilidades para a troca de produtos manufaturados entre os países do mercado asiático e do Mercosul, além de oferecer um grande potencial turístico. A Rota se justifica pelas exportações do Mato Grosso do sul para o mercado externo. Em 2022, o volume para a China, principal parceiro, foi de US$ 2,92 milhões, seguido dos Estados Unidos com US$ 562 mil.

O governador ainda apontou outros benefícios da Rota Bioceânica como a integração geopolítica, redução de custos logísticos e tempo de viagem, entre outros.

Amcham Campo Grande

Presente em Mato Grosso do Sul desde 2013, a Amcham Campo Grande visa contribuir para o desenvolvimento empresarial e para o diálogo construtivo com o poder público. A unidade regional – que abrange os estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso – possui 110 empresas associadas, de diversos portes. Entre os principais segmentos, destacam-se os setores de serviços e saúde. Por ano, são cerca de 50 atividades desenvolvidas com o objetivo de ampliar o networking e a competitividades dos negócios na região.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *