13/04/2024 - Edição 540

Mato Grosso do Sul

Riedel destina mais de R$ 100 milhões para rodovias e restauração de prédio histórico em Ponta Porã

Obra de iluminação solar no anel viário avança para a reta final com 75% de execução

Publicado em 27/02/2024 12:00 - Semana On

Divulgação Gov MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Com obras de infraestrutura e restauração de prédios históricos, com investimentos do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, em Ponta Porã, o acesso ao município, mobilidade urbana para a população e a valorização cultural, são algumas das prioridades das parcerias.

O governador, Eduardo Riedel, supervisionou a execução de três obras importantes para o município, entre elas a duplicação, urbanização e melhoria do tráfego da rodovia MS-164, além da restauração do ‘Castelinho’ – prédio histórico da faixa de fronteira -, e o Anel Viário Sul.

“Passamos pelo anel viário, 9 quilômetros no trecho sul, uma obra que está maravilhosa, com ciclovia iluminação de led carregável com bateria fotovoltaica, um equipamento que tira o trânsito pesado de Ponta Porã e serve a população, transforma o município, a área urbana”, disse Riedel.

Todas as obras estão em andamento com mais de R$ 100 milhões em recursos próprios do Governo do Estado e estão previstas para serem entregues à população ainda em 2024.

A obra de implantação e pavimentação do segmento do Contorno Viário Sul, que tem recursos de mais de R$ 66 milhões, e atende umas das principais demandas com a duplicação, urbanização e melhoria do tráfego da rodovia MS-164.

Estruturante e emblemática, a ligação que vai tirar o tráfego pesado da região central e a execução da obra está sob responsabilidade da Prefeitura Municipal de Ponta Porã.

Com extensão total de 13,4 km, divididos em dois lotes, os serviços envolvem implantação e pavimentação de pista dupla, iluminação moderna de LED em todo o seu trajeto, além de uma ciclovia interligada a outras já existentes em Ponta Porã.

“Essa é uma obra que nossa população deseja há muito tempo. Vai tirar do centro o trânsito pesado e trazer para cá. Aqueles caminhões que estão apenas de passagem por Ponta Porã, vão ganhar tempo por este caminho e aliviar o nosso trânsito”, disse o prefeito Eduardo Campos.

O trecho terá mais de 22 km de extensão e ligação direta com bairros que possuem grande densidade populacional, como Granja, Grande Marambaia, Vila Áurea e Kamel Saad, de acordo com dados da Prefeitura – quando somado ao contorno norte.

Outra obra que foi supervisionada pelo governador é a de urbanização e adequação de capacidade de tráfego da rodovia MS 164, com investimentos de mais de R$ 28,9 milhões do Governo do Estado.

“É mais uma obra do Governo do Estado em parceria com a prefeitura que traz melhorias para a população, segurança no acesso que é muito utilizado por turistas. A gente percebe a presença efetiva do Estado em Ponta Porã, trazendo benefícios”, afirmou o prefeito Eduardo Campos.

O fluxo de veículos na MS-164 é intenso e a duplicação no trecho de 6 km, na saída para Antônio João, é uma obra que amplia a segurança e facilita o acesso de motoristas à cidade. A obra envolve a restauração da pavimentação existente e serviços de urbanização.

“É um trecho que está sendo duplicado, e entramos às vezes no território paraguaio, com a permissão da prefeitura de Pedro Juan Caballero, é uma característica da nossa fronteira, e ambas as cidades se beneficiam. É uma conquista que traz qualidade de vida para quem mora em Ponta Porã, e para quem vem e chega. O Estado inteiro, turistas do Brasil e do mundo vem aqui e vai ter mais segurança para chegar na cidade”, disse o governador.

Já a obra de restauração do antigo prédio do 4º batalhão da Policia Militar, o ‘Castelinho’, é executada com investimentos de R$ 4,9 milhões em recursos próprios.

Com 35,76% a obra de restauração do Castelinho de Ponta Porã é voltada ao resgate e à preservação do patrimônio histórico e cultural da região.

“É uma obra emblemática para Ponta Porã e para o Mato Grosso do Sul. A restauração dessa obra, que tem muita história para o Estado e a cidade. Foi construída em 1925 para ser sede da Polícia Militar e em 1946 virou sede do território, na época, Ponta Porã já se despontava como presença regional. E agora nós resolvemos terminar a restauração desse equipamento que é um símbolo para o Estado, preservando as características da construção original. É mais um ponto turístico para o brasileiro, estrangeiro e sul-mato-grossenses que aqui vierem”, afirmou Riedel.

Construído na década de 20 (de 1926 a 1930), próximo a antiga estação Noroeste do Brasil, o prédio já foi sede do governo do Território de Ponta Porã e depois abrigou a cadeia pública e o quartel da Polícia Militar.

Na década de 90, a sede da PM foi transferida para outro endereço e o Castelinho deixou de ser utilizado. A restauração visa dar um “novo caminho” para este local que faz parte da história da cidade e do Estado. A expectativa é que seja transformado em um museu.

As vistorias foram acompanhadas pelo secretário Hélio Peluffo (Seilog) e o presidente da Assembleia Legislativa, Gerson Claro, além de lideranças municipais.

Obra de iluminação solar no anel viário de Ponta Porã avança para a reta final com 75% de execução

Com 75% de execução, a instalação do sistema de iluminação pública no anel viário norte e sul de Ponta Porã segue para a reta final e deve ser concluída até abril, segundo a Superintendência de Energia e Saneamento da Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística).

Feita com luminárias de LED-Solar de 60 e 100 watts, a iluminação é custeada pela secretaria estadual, que investe R$ 8 milhões na obra. Na parceria com a Prefeitura de Ponta Porã, o recurso foi repassado para a gestão municipal, que licitou, contratou e atualmente fiscaliza a obra.

Conforme projeto, o anel viário norte terá ao todo 238 postes de concreto e 27 ornamentais. Já no anel viário sul serão 538 postes de concreto e 298 ornamentais. O contrato da obra ainda contempla a Rua Guia Lopes, onde os postes já existentes vão receber 13 braços em tubos de aço.

A construção do anel viário de Ponta Porã, nos setores norte e sul, também é uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura Municipal, que soma quase R$ 100 milhões. Com a iluminação em mais de 22 quilômetros de todo o contorno viário, motoristas e ciclistas serão beneficiados, já que uma ciclovia está em construção no trecho.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *