23/04/2024 - Edição 540

Mato Grosso do Sul

MS terá reajuste médio de 9,58% na conta de luz a partir deste sábado

Criada por Riedel, Energia Social Zero é alívio para milhares de famílias diante da majoração

Publicado em 05/04/2023 10:26 - Semana On

Divulgação Gov MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O programa “Energia Social: Conta de Luz Zero” beneficia 152 mil famílias carentes com o pagamento da conta de luz. Criado pelo governador Eduardo Riedel, o programa, que segue até março do ano que vem, é um alívio para a população mais carente, especialmente diante do reajuste médio de 9,58% na conta de luz a partir deste sábado (8), em Mato Grosso do Sul

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, por unanimidade, o reajuste dos clientes da Energisa, concessionária atende a mais de 1,1 milhão de unidades consumidoras em 74 municípios do estado.

Com isso, o reajuste, por categoria de consumidor, será de:

– 6,28% para alta tensão (empresas grandes);

– 10,48% para baixa tensão (para pequenas e médias empresas e consumidores rurais);

– 9,58% para consumidores residenciais.

A Aneel informou que os fatores que mais impactaram no cálculo da revisão foram os custos com transporte e compra de energia, além dos encargos do setor, que são as leis aprovadas pelo Congresso Nacional para viabilizar a implantação de políticas públicas no setor elétrico brasileiro.

Concen vai recorrer

O Conselho dos Consumidores da Área de Concessão da Energisa de Mato Grosso do Sul (Concen), informou que vai recorrer contra o reajust. De acordo com a presidente do Concen, Rosimeire Costa, o órgão têm um prazo de 10 dias para a ação.

“Nós não concordamos com alguns pontos, e temos prazo de 10 dias para recorrer e nós vamos utilizar esse prazo para demonstrar que algumas situações precisam ser melhor visitadas, a fim de evitar que o consumidor seja impactado com a tarifa de concessão”, declara Rosimeire.

Ainda de acordo com a presidente, a orientação é que o serviço seja consumido de maneira consciente para evitar contratempos.

“A nossa orientação é que os consumidores usem esse serviço essencial de maneira apropriada, aderente a sua realidade econômica financeira para evitar qualquer contratempo”, aconselha Rosemeire.

Desconto na conta de energia

Consumidores com contas de luz em atraso podem pagar as dívidas com descontos, em Mato Grosso do Sul. Um dos exemplos é a negociação de contas em atraso em até 24 vezes, inclusive por meio de cartão de crédito, que pode ser feito pelos canais de atendimento: WhatsApp da Gisa, aplicativo Energisa On e site.

Energia Social: Conta de Luz Zero

Em janeiro passado, Eduardo Riedel prorrogou por mais 14 meses o programa “Energia Social: Conta de Luz Zero”, beneficiando 152 mil famílias carentes com o pagamento da conta de luz.

Este programa social permite que o Estado pague a conta de energia de famílias carentes e assim ajude diretamente na renda destas pessoas, que podem usar estes recursos em outras contas ou até para comprar alimentos.

O programa tem o custo mensal de R$ 12 milhões por mês aos cofres estaduais. Para serem atendidas e as famílias precisam consumiram até 220 kw/h, e se enquadraram nas regras definidas, assim como fazer parte do Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico).

“Existe uma camada grande de pessoas que estão em situação de vulnerabilidade, principalmente em função da pandemia. Por isto estamos cumprindo nosso papel de prestar assistência a essas famílias, pagando a contas de luz, que é 100% custeada pelo Estado. Os programas sociais são fundamentais para garantir cidadania. Faremos uma gestão inclusiva e não deixaremos ninguém para trás”, afirmou o governador.

Quando as famílias entram no programa a sua conta de energia chega na sua casa “zerada”, caso o cidadão cadastrado extrapole o consumo previsto, perde o direito naquele mês, podendo ser contemplado no próximo se voltar a preencher os requisitos.

A SEAD (Secretaria de Assistência Social e dos Direitos Humanos) orienta os beneficiários a se manterem atualizados no Cadastro Único, em ação que pode ser feita no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo de sua residência.

“O Energia Social é mais um compromisso do Governo do Estado com as famílias em vulnerabilidade social. Com essa despesa a menos, os beneficiários podem colocar esse recurso na melhoria da alimentação, ou ainda comprar um remédio”, descreveu a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Elisa Cleia Nobre.

Famílias comemoram

Famílias contempladas no programa comemoram a sua prorrogação. Elas destacaram que o sentimento foi de alívio e gratidão ao Governo do Estado, que durante todo este período vai arcar com suas contas de energia.

“Este programa ajuda bastante, porque o que iria gastar para pagar conta de luz, uso para comprar alimentos. Graças a Deus faço parte deste programa e só tenho que agradecer que este benefício vai continuar, já estava planejando que teria que pagar nos próximos meses”, afirmou Gilmara Vitorino de Souza, de 28 anos. Ela mora com marido e dois filhos no Loteamento Aguadinha, em Campo Grande.

Mesma sensação de Mirian Rosa Matos, de 40 anos, que ficou muito feliz com a decisão do governador. “Com certeza é muito importante esta prorrogação. Antes eu gastava de 60 a 70 reais e agora não preciso mais pagar conta de luz. Uso este dinheiro para pagar outra conta ou para fazer compras aqui para casa. Moro sozinha por isso fazer parte do programa é muito importante, faz diferença”.

Bruna da Silva do Amaral, moradora do bairro Zé Pereira, em Campo Grande, também comemorou a continuidade do programa. “Este pagamento feito pelo Governo ajuda demais. Quando fiquei sabendo que prorrogou por mais 14 meses foi um grande alívio, pois achei que teria que voltar a pagar esta conta. Estou sendo beneficiado desde o início do programa. Uma notícia maravilhosa, muita satisfação”.

Quando as famílias entram no programa a sua conta de energia chega na sua casa “zerada”, caso o cidadão cadastrado extrapole o consumo previsto, perde o direito naquele mês, podendo ser contemplado no próximo se voltar a preencher os requisitos.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *