24/02/2024 - Edição 525

Mato Grosso do Sul

MS tem crescimento nos casos de covid e já registra mais de 1,7 mil notificações em 2024

Aprenda a diferenciar os sintomas da dengue e da gripe

Publicado em 08/02/2024 11:18 - Semana On

Divulgação

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Com 1776 casos e 16 óbitos provocados pela covid em Mato Grosso do Sul, boletim epidemiológico divulgado nesta semana pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), referente a quinta semana de 2024 – aponta detalhas da doente no Estado.

Os dados da Gerência de Influenza e Doenças Respiratórias, da SES, apontam que 555 casos foram confirmados na quinta semana de notificação. É a maior quantidade casos no ano, até agora. No mesmo período foram dois óbitos.

Os casos novos ocorreram em 50 municípios e Campo Grande foi responsável pela maior parte das ocorrências, com 231 novos casos, seguida por Naviraí (48), Costa Rica (47) e Chapadão do Sul (37).

Já as mortes foram de pacientes com comorbidades, em Campo Grande – um homem de 60 anos e uma mulher de 90 anos–, Ponta Porã – uma mulher de 77 anos – e Terenos – uma mulher de 83 anos.

A SES mantém o Plantão CIEVS (Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde) Estadual para receber notificações de casos da doença e manter atualizada a base de dados.

DISQUE-NOTIFICA

0800-647-1650 (expediente)

(67) 3318-1823 (expediente)

(67) 98477-3435 (ligações, SMS, WhatsApp – 24 horas)

E-NOTIFICA

[email protected] (expediente)

[email protected] (24 horas)

Confira aqui o boletim epidemiológico covid-19

Aprenda a diferenciar os sintomas da dengue e da gripe

Febre, dor de cabeça, mal-estar e fraqueza. Esses são alguns sintomas comuns de várias doenças, a exemplo da dengue e da gripe. Então, como diferenciar as duas enfermidades? Antes, é importante saber que, embora sejam igualmente causadas por vírus, a transmissão dessas doenças ocorre de maneiras diferentes.

A dengue é causada pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti. É um inseto doméstico, que vive dentro ou ao redor de domicílios ou de outros locais frequentados por pessoas, como estabelecimentos comerciais, escolas ou igrejas, por exemplo. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta, de início abrupto, que geralmente dura de dois a sete dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e nas articulações, além de prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos e manchas vermelhas na pele.

Já a gripe é uma infecção respiratória causada pelo vírus Influenza, mais comumente transmitido durante o período do inverno. Os sintomas geralmente aparecem de forma repentina, como febre, dor de garganta, tosse, dores no corpo e dor de cabeça. Geralmente, tem resolução espontânea em aproximadamente sete dias, embora a tosse, o mal-estar e a fadiga possam permanecer por algumas semanas.

Confira abaixo as características dos sintomas de cada uma dessas doenças:

Dengue

Febre alta;
Dor no corpo e nas articulações;
Dor atrás dos olhos;
Mal-estar;
Dor de cabeça;
Manchas vermelhas no corpo.
Os sinais de alarme da doença são caracterizados principalmente por:

Dor abdominal intensa e contínua;
Vômitos persistentes;
Acúmulo de líquidos;
Sangramento de mucosa;
Irritabilidade.

Gripe

Febre;
Coriza;
Dor de garganta;
Tosse;
Dor no corpo;
Dor de cabeça;
Dores articulares;
Diarreia;
Vômito;
Fadiga;
Prostração;
Rouquidão;
Olhos avermelhados e lacrimejantes.

Evite a automedicação

O Ministério da Saúde reforça que em caso de suspeita de ambas as doenças é importante aumentar a hidratação e evitar a automedicação. Além disso, é possível realizar testes para identificar a exata enfermidade e fazer o tratamento adequado. O diagnóstico correto só pode ser feito pelo médico. Busque assistência na unidade de saúde mais próxima.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *