22/04/2024 - Edição 540

Mato Grosso do Sul

‘Moradia é sinônimo de dignidade e cidadania’, afirma Riedel

‘Bônus Moradia’ vai conceder até R$ 25 mil para ajudar 2 mil famílias a terem acesso a casa própria

Publicado em 26/06/2023 10:03 - Semana On

Divulgação Gov MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Gestão inclusiva e próspera, sem deixar ninguém para trás. Com este lema o governador Eduardo Riedel lançou o projeto “Bônus Moradia”, que faz parte do Programa Estadual “MS Moradia”. A ação prevê investimento de R$ 400 milhões, com R$ 45 milhões de contrapartida do Estado. Ao todo 2.210 famílias receberão auxílio para facilitar no sonho da casa própria.

As famílias que aderirem ao projeto vão receber um subsídio de R$ 6 mil a R$ 25 mil para darem de entrada na compra de suas residências. Este aporte financeiro será concedido pelo Governo do Estado, para cidadãos com renda familiar entre R$ 1,5 mil e R$ 6,5 mil, que não possuem casa própria e nem foram contemplados com outro programa habitacional.

“Estamos colocando R$ 45 milhões do Tesouro nesta política de habitação. Este é o nosso desafio de ser próspero e inclusivo. Esta lógica nos faz acreditar que Mato Grosso do Sul está em um bom caminho. O Estado vai auxiliar e dar condições para estas famílias realizarem o sonho da casa própria. Moradia é sinônimo de dignidade e cidadania”, afirmou o governador.

Riedel destacou que o “Bônus Moradia” ajuda diretamente as famílias que tem condições de financiar o imóvel, mas não dispõe do recurso para pagar a entrada. “Muitas vezes falta este valor para as pessoas, é justamente nesta etapa que o Estado vai participar diretamente para viabilizar a compra do imóvel, dentro da capacidade de cada família”.

A expectativa é promover este benefício em 22 municípios do Estado, por meio de adesão das prefeituras. Para realizar o sonho da casa própria, o Governo do Estado terá a parceria dos municípios e Governo Federal, por meio da Caixa Econômica Federal.

Entre as cidades que farão parte deste projeto estão Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Corumbá, Ponta Porã, Nova Andradina, Naviraí, Sidrolândia, Ribas do Rio Pardo, Inocência, Aquidauana, Maracaju, Paranaíba, Amambai, Caarapó, Chapadão do Sul, Coxim, Rio Brilhante e São Gabriel do Oeste.

Adesão ao projeto

A diretora-presidente da Agehab (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul), Maria do Carmo Avesani, explicou que a adesão ao “Bônus Moradia” já está aberta para a população. A pessoa que tem cadastro pode entrar no site da instituição e se inscrever.

“Ela vai acessar o site da Agehab e se cadastrar no projeto. Poderá ver a relação de imóveis para financiamento e escolher a que for mais conveniente em relação ao valor e local. Depois a empresa (privada) e a Agehab vão fazer a análise para o financiamento e bônus”, destacou ela.

Quanto menor a renda das famílias, maior será o subsídio para aquisição do imóvel, que pode chegar ao valor de R$ 208 mil. Durante o evento realizado no auditório do Crea-MS, o governador ainda sugeriu que o projeto tenha um “critério seletivo” para as mulheres. “Temos que estender a mão para quem mais precisa, já que 45% das famílias sul-mato-grossenses são chefiadas por mulheres. Passei este desafio a Agehab”.

Também participaram da solenidade os secretários Jaime Verruck (Semadesc), Hélio Peluffo (Seilog), Eduardo Rocha (Casa Civil), a procuradora-geral do Estado, Ana Ali Garcia, o deputado federal Beto Pereira, os deputados estaduais Pedro Pedrossian Neto e Rinaldo Modesto, além das demais autoridades.

Como proceder?

Basta acessar o site da Agehab (Agência de Habitação Popular de MS) para efetuar a inscrição.

Ao entrar no site o interessado vai visualizar um banner disponível para inscrição no projeto. Lá há todas as instruções e “passo a passo” para ser um dos beneficiados. Também já consta uma lista de imóveis que fazem parte do projeto, com endereço e valor das residências.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *