26/02/2024 - Edição 525

Mato Grosso do Sul

Lei estadual assegura inclusão de recém-nascido em plano de saúde dos pais

Medida garante que o neonato não perca esta cobertura após 30 dias do seu nascimento, o que poderia prejudicar o seu tratamento médico

Publicado em 29/11/2022 12:33 - Semana On

Divulgação Gov. MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A nova lei estadual sancionada pelo governador Reinaldo Azambuja assegura a inclusão de recém-nascidos nos planos de saúde dos pais. A medida visa garantir que o neonato não perca esta cobertura após 30 dias do seu nascimento, o que poderia prejudicar o seu tratamento médico.

Entre as medidas previstas é que a operadora do plano de saúde assim que tomar conhecimento do nascimento do filho de um dos contratantes, deverá fazer a comunicação por escrita ao titular do plano sobre a necessidade da inscrição do recém-nascido como dependente, seja ele filho natural ou adotivo, para que ele esteja isento do período de carência.

No mesmo ato a operadora deverá facultar ao titular do plano a inscrição do seu filho recém-nascido como dependente.  A nova legislação de autoria do deputado Evander Vendramini (PP) visa resolver um impasse, já que antes o neonato que estava em tratamento hospital devido complicações no parto estava coberto pelo plano até 30 dias do nascimento, depois ele perdia a cobertura por não estar como dependente.

Quem descumprir a nova legislação poderá receber as penalidades previstas no Código e Defesa do Consumidor, podendo ter cobrança de multa, que será revertida para o Fundo Estadual de Defesa dos Direitos do Consumidor (FEDDC).


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *