15/06/2024 - Edição 540

Mato Grosso do Sul

Grupo de elite da polícia, DOF já está de casa nova em Dourados

Departamento policial atua na fronteira de MS com o Paraguai e a Bolívia e também em municípios da divisa com Paraná e São Paulo

Publicado em 22/09/2022 12:09 - Semana On

Divulgação Governo MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Grupo de elite da polícia de Mato Grosso do Sul com intensa atuação na faixa de fronteira com o Paraguai e a Bolívia, o DOF (Departamento de Operações de Fronteira) está de casa nova. Na quarta-feira (21), o governador Reinaldo Azambuja e o secretário Antônio Carlos Videira (Justiça e Segurança Pública) inauguraram em Dourados a nova sede do Departamento, que recebeu investimento de R$ 5,4 milhões.

“É uma alegria poder entregar a sede definitiva do DOF com todos os equipamentos novos, heliponto, helicóptero e policiais treinados. É também uma forma de respeito pelo trabalho de resultados que o Departamento realiza, não só para Mato Grosso do Sul, mas para todo o Brasil. O DOF, em 35 anos de existência, apreendeu 1.350 toneladas de entorpecentes. É o melhor trabalho das fronteiras do País em combate à criminalidade. E agora com casa própria com o que tem de mais moderno na segurança”, afirmou o governador.

Com direito a heliponto para aeronaves de até seis toneladas, o complexo policial ficou pronto após dois anos de obras. A sede própria substitui a antiga base do DOF, que era utilizada em regime de comodato graças a parceria com a Sociedade dos Amigos da Liberdade, Vigilância e Esperança (Salve). O prédio novo possui 1.434 metros quadrados de área construída e foi erguido em um terreno na Marginal Guaicurus, no prolongamento da Rua Coronel Ponciano.

A sede conta com auditório, sala de crise, alojamentos, salas de aula, cozinha, refeitório e ambientes administrativos. A unidade ainda possui salas de logística, treinamento, inteligência, investigação e cartórios. Ampla e moderna, a nova estrutura também abriga a Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira).

Para Antônio Carlos Videira, a ativação da nova sede representa a realização de um sonho “de toda a população dessa região e também dos policiais que integram e integraram o DOF”. “Hoje temos uma sede a altura da qualidade e da excelência do trabalho prestado por esses policiais ao longo das mais de três décadas de existência do Departamento. Quando você tem uma estrutura melhor, equipamentos de ponta e o que há de melhor no mundo para a segurança pública o resultado é uma consequência. E o resultado da segurança pública depende de inteligência, investimento e integração. E o DOF é um exemplo disso tudo”, ressaltou o secretário.

Operações aéreas

Para ampliar o trabalho de repressão ao crime organizado, o governador Reinaldo Azambuja entregou ao DOF, também na quarta-feira (21), um helicóptero modelo esquilo. Comprada pelo preço de R$ 32 milhões, a aeronave é uma das mais modernas no segmento da aviação e possui autonomia de voo de 800 quilômetros, além de capacidade para até seis passageiros e mais dois tripulantes.

O helicóptero ficará na sede do Departamento em Dourados e será usado frequentemente em operações aéreas dos policiais. A aeronave está equipada com um imageador térmico para localizar pessoas ou objetos através do calor. Além disso, o helicóptero possui farol de busca para ações noturnas e ainda conta com outros equipamentos para resgate aeromédico, caso seja necessário.

“A aeronave passa a fazer parte do planejamento operacional do Departamento de Operações de Fronteira. Vai ficar sediada em Dourados, mas atendendo toda a região. É um instrumento que nos dá maior capacidade de abrangência em áreas maiores e com mais rapidez e precisão. Já estamos fazendo levantamento de inteligência para que possamos utilizar e transformar esse instrumento em resultados positivos para a sociedade”, destacou o diretor do DOF, coronel Wagner Ferreira.

DOF

Conhecido por quebrar recordes na apreensão de drogas, o DOF, além fiscalizar a faixa de fronteira com Paraguai e Bolívia, atua em municípios de Mato Grosso do Sul na divisa com Paraná e São Paulo, também afetados pelo crime organizado. Ao todo, 53 cidades contam com o trabalho de repressão do grupo de elite da polícia.

O Departamento é considerado por autoridades como o principal responsável pelo combate ao tráfico internacional de drogas e armas no Brasil, já que as apreensões feitas em Mato Grosso do Sul repercutem em todo o País. Mais de um milhão de quilos de drogas foi apreendido no Estado.

Homenagens

A nova sede do DOF foi denominada “Coronel Adib Massad” em homenagem a um dos policiais pioneiros de Mato Grosso do Sul, que foi diretor do Departamento e faleceu em março do ano passado, aos 91 anos de idade.

Na solenidade de entrega do novo prédio, o coronel Wagner homenageou com uma placa de agradecimento 16 personalidades que contribuíram para a concretização do sonho da sede própria do Departamento após 35 anos. Na lista dos homenageados estavam o governador Reinaldo Azambuja, o secretário Antônio Carlos Videira e o prefeito de Dourados, Alan Guedes, além de familiares do coronel Adib Massad.

Também durante o evento foram outorgadas 35 medalhas “Águia da Fronteira” para  autoridades civis e militares que prestaram relevantes serviços ao DOF ao longo dos últimos anos. Entre elas o coordenador financeiro da Segov (Secretaria de Governo), Sérgio Gonçalves.

Obra de acesso

O Governo do Estado também trabalha na infraestrutura do entorno da sede do DOF para melhorar o acesso ao prédio e também o trânsito na região. Nesta quarta-feira (21), foi publicado no Diário Oficial do Estado o contrato para a obra de pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais no acesso ao Departamento, no valor de R$ 1.153.519,22.

Participaram ainda da agenda do governador Reinaldo Azambuja em Dourados o secretário Eduardo Rocha (Governo e Gestão Estratégica) e o prefeito da cidade, Alan Guedes, entre outras autoridades.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *