25/04/2024 - Edição 540

Mato Grosso do Sul

Governo impulsiona obras de pavimentação em estradas do Estado

Recuperação de ponte sobre o rio Paraguai, acesso a Furnas do Dionísio, pavimentação da MS-316 e da MS-347 estão em andamento

Publicado em 28/06/2023 9:35 - Semana On

Divulgação Gov MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Para melhorar o acesso e infraestrutura local, o governo de Mato Grosso do Sul fará a obra emergencial de recuperação da ponte sobre o Rio Paraguai, que fica na rodovia BR-262, em Corumbá. A intervenção é necessária para dar segurança a quem trafega na região, visto que desde março deste ano o local funciona no sistema de ‘pare e siga’.

Em março, técnicos da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) e da Secretaria de Infraestrutura e Logística (Seilog) fizeram vistoria técnica na ponte, que mostrou a necessidade de realizar a obra de manutenção, para reparação dos problemas estruturais.

A Agesul informou que a obra emergencial consiste na demolição e reconstrução das extremidades das lajes que foram danificadas e será realizada em conjunto com a operação de sinalização viária, através do sistema “pare e siga”.

Além da recuperação das lajes, a obra emergencial vai garantir a troca da junta elastomérica do pilar P6 – elemento de vedação do espaço necessário para dilatação da estrutura entre os vãos da ponte; e a substituição parcial dos aparelhos de apoio – elementos que transferem as cargas das vigas para os pilares e permitem a dilatação e movimentação da estrutura.

Editais permitem a elaboração de projetos de pavimentação da rodovia MS-316

O Governo também lançou editais de licitação para contratar empresas especializadas que vão elaborar dois projetos executivos para as obras.

O primeiro trata do lote 1 do projeto, que, conforme a publicação, terá 32,7 quilômetros, iniciando no entroncamento da MS-320 com a MS-351 e seguindo até o limite municipal de Chapadão do Sul com Inocência.

Já o lote 2 compreende 39,5 quilômetros da rodovia, partindo do limite entre os dois municípios até a localidade de Morangas, em Inocência. Em ambos projetos está prevista a construção de pontes de concreto.

Com 38,10 quilômetros no trecho que chega em Inocência, o lote 3 do projeto executivo da obra já foi licitado e está em fase de contratação. A empresa vencedora do processo foi a Beck de Souza Engenharia.

Entre Costa Rica e Paraíso das Águas, a MS-316 recebe pavimentação em 30,80 quilômetros no trecho que sai do entroncamento da MS-223 rumo a BR-060.

Obras seguem avançando na MS-347, no trecho de Dois Irmãos a Nioaque

Seguem avançadas as obras de pavimentação asfáltica de 33,96 quilômetros da MS-347, no trecho que sai de Dois Irmãos do Buriti rumo a Nioaque. Cerca de 90 operários trabalham no percurso da rodovia. Os serviços estão concentrados na regularização do subleito e na construção de duas pontes de concreto, uma de 50 metros sobre o braço esquerdo do Rio Dois Irmãos do Buriti e outra de 30 metros sobre o Córrego Cachoeirinha.

Com R$ 90,6 milhões de investimento do Governo do Estado, por meio da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) e da Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística), a obra possui cerca de 10% de execução.

Neste começo de serviço foi necessária a detonação de explosivos em quatro pontos de rochas no percurso da rodovia para para nivelar o traçado, deixando o trecho mais seguro aos usuários. Ao todo, foram utilizadas 12 toneladas de explosivos.

Autorizada em novembro do ano passado, a obra começou a progredir neste ano após o período das chuvas. O prazo para conclusão é novembro de 2024, conforme contrato firmado entre o Governo e a empresa que executa a obra.

Veja o vídeo aqui.

Pavimentação de rodovia que leva à Furnas do Dionísio tem 78% dos trabalhos concluídos

A obra de pavimentação de 11,48 quilômetros da MS-010, no trecho que dá acesso ao Quilombo Furnas do Dionísio, em Jaraguari, alcançou 78,97% de conclusão. O empreendimento promete desenvolver a infraestrutura da região e fomentar o turismo, já que a comunidade é rota de trilhas e cachoeiras bastante procuradas por turistas.

“Com essa pavimentação, vamos acabar com o isolamento que há muito tempo tinha nessa região e ainda desenvolver oportunidades, tanto para os moradores das Furnas quanto para quem procura o local para atividades de aventura”, destacou o secretário Hélio Peluffo, da Seilog (Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística), que fez um visita técnica à obra neste fim de semana.

De acordo com fiscal da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) que acompanha o serviço, Caio Monteiro, a obra cumpre o cronograma. “Retomamos um bom ritmo depois de um período chuvoso. Estamos com frentes de terraplenagem, drenagem e pavimentação, que é feita em TSD (Tratamento Superficial Duplo)”, explicou.

Ao todo, o Governo do Estado investe R$ 26,2 milhões para pavimentar o trecho da rodovia que inicia no Distrito de Rochedinho, em Campo Grande, e segue até o acesso à comunidade.

Além das trilhas e cachoeiras, toda a região é famosa por ser rota de treinamento de ciclistas e também pelo comércio da farinha artesanal e de outros produtos da agricultura familiar.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *