25/04/2024 - Edição 540

Mato Grosso do Sul

Governo do Estado reforma escolas na comunidade Tia Eva e no assentamento Itamarati

Foram mais de 270 unidades reformadas nos últimos sete anos

Publicado em 15/11/2022 9:28 - Semana On

Divulgação Governo MS

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Estado de Educação (SED), continua investindo nas reformas das escolas estaduais, visando a qualidade tanto na educação quanto na estrutura. Desta vez, as obras serão nas instituições de Campo Grande e Ponta Porã, que juntas somam um investimento maior que R$ 4,4 milhões. Os extratos dos contratos foram publicados no último dia 4 no Diário Oficial do Estado.

Em Campo Grande, a reforma parcial será na Escola Estadual Antônio Delfino Pereira – Centro Cultural de Educação Tia Eva, localizada no bairro São Francisco. O investimento será de R$2.093.320,90, destinados para adequação de projetos de proteção, segurança contra incêndio e pânico, melhorias para acessibilidade, reforma dos sanitários, substituição dos pisos e pintura geral.

Já no município de Ponta Porã, a reforma parcial será na Escola Estadual Professor Carlos Pereira da Silva, situada no assentamento Itamarati I. O investimento de R$2.345.617,96 é para reforma dos sanitários, cozinha e da quadra, substituição dos pisos e da cobertura, adequações das redes elétrica e hidráulica e pintura geral.

As obras foram assinadas pela secretária de Estado de Educação, Maria Cecilia Amendola da Motta, no fim de outubro de 2022, e deverão ser executadas e totalmente concluídas dentro do prazo de um ano.

Com prioridade nas obras de reforma e reestruturação das escolas estaduais, o Governo de Mato Grosso do Sul já investiu cerca de R$900 milhões desde 2015. Foram mais de 270 unidades reformadas nos últimos sete anos para melhorar as condições estruturais, torná-las mais modernas e acessíveis aos profissionais e alunos.


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *