25/04/2024 - Edição 540

Mato Grosso do Sul

Governo do Estado investe R$ 10 milhões para incentivo a pesquisas

Riedel: ‘É por meio da ciência e da pesquisa científica que conseguimos dar as respostas que precisamos para promover o nosso desenvolvimento’

Publicado em 01/06/2023 9:59 - Semana On

Divulgação

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul), órgão do Governo do Estado responsável por gerenciar os investimentos em inovação e pesquisas científicas, lança nesta sexta-feira (2), investimentos de R$ 10 milhões em dois editais para inovação empresarial e incentivo a jovens pesquisadores. O evento será no auditório da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande, a partir das 9 horas.

Será lançado o edital do programa Pictec (Programa de Iniciação Científica e Tecnológica do Estado de Mato Grosso do Sul), que está em sua terceira edição e vai ampliar para 200 o número de pesquisas de escolas públicas atendidas com bolsas de iniciação científica. Serão 140 em escolas estaduais e 60 nas escolas federais de Mato Grosso do Sul. O valor total do investimento será de R$ 5,76 milhões. As bolsas de R$ 400 serão pagas a estudantes do ensino médio. Já os professores-orientadores vão receber R$ 800.

O segundo investimento, de R$ 4,3 milhões, marca o início da etapa de desenvolvimento dos projetos do Programa Centelha 2, l realizado em parceria com a Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), Confap (Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa) e Fundação Certi.

O Centelha tem o objetivo de estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura empreendedora no Estado. Os participantes recebem capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias em negócios de sucesso.

Segundo o diretor-presidente da Fundect, Márcio de Araújo Pereira, os dois editais representam investimentos importantes para o Estado. O primeiro garante aos estudantes de escola pública incentivo para permanecer estudando, além de promover o contato dos jovens com a pesquisa e a inovação. Já o edital Centelha, assegura que ideias inovadoras possam surgir e ajudar no desenvolvimento do Estado.

“A Fundect trabalha o fomento à ciência de forma ampla. Os investimentos nos jovens preparam o amanhã, preparam futuros pesquisadores inovadores. Já projetos como o Centelha, garantem que as boas e criativas iniciativas atuais tenham terreno fértil para surgir e dar resultados. Nós destacamos os recursos investidos, pois é grande o impacto financeiro na vida dos estudantes e dos empreendedores com as bolsas, por exemplo. Mas também devemos falar de crescimento pessoal, de desenvolvimento de talentos. E é isso que faz do nosso Estado mais forte agora e no futuro. Não há nação que se desenvolveu sem investir em ciência e inovação, e Mato Grosso do Sul já segue este caminho, ampliando os investimentos.” explica Márcio Pereira.

“O nosso Estado sinaliza respeito pela ciência e pelo conhecimento, como instrumentos de transformação do mundo em que vivemos e da conquista de mais qualidade de vida para as pessoas”, afirmou o governador Eduardo Riedel.

UEMS

A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) está com inscrições abertas para 9 programas de pós-graduação entre especialização, mestrados e doutorados.

Os editais possuem prazos diferentes para inscrição e variam entre vagas para alunos regulares e alunos especiais, que podem se inscrever em uma disciplina por curso. São mais de 100 vagas abertas.

Todos os cursos com inscrições abertas podem ser conferidos no link https://posgraduacao.uems.br/uems-sigpos/portal.

Confira os cursos abertos:

Programa: Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação Científica e Matemática (PROFECM)

Programa: Pós-Graduação em Zootecnia  em Produção Animal no Cerrado-Pantanal (PGZOO).

  • Unidade: UEMS/Aquidauana.
  • Nível: Mestrado.
  • Vaga para: aluno especial.
  • Disciplina: Tópicos especiais em Produção Animal – Redação Científica.
  • Quantidade de vagas? As vagas serão preenchidas conforme a ordem de chegada da documentação completa no e-mail indicado no edital.
  • Quando começam as aulas? 07 de junho de 2023
  • Inscrições até: 02 de junho de 2023.
  • Taxa de inscrição: não tem.
  • Inscrições em: https://posgraduacao.uems.br/uems-sigpos/portal
  • Site do Programa: Clique Aqui.

Programa: Pós-Graduação em Recursos Naturais (PGRN).

Programa: Pós-graduação lato sensu em Currículo e Diversidade.

Programa: Pós-Graduação em Zootecnia  em Produção Animal no Cerrado-Pantanal (PGZOO).

Programa: Pós-Graduação em Agronomia em Sustentabilidade na Agricultura (PGAC).

Programa: Pós-Graduação em Agronomia – Produção Vegetal (PGAGRO).

Programa: Pós-Graduação Stricto Sensu em Letras em Rede Nacional (PROFLETRAS).


Voltar


Comente sobre essa publicação...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *